Fórmula 1 fecha portas para mulheres e norte-americanos

Stefano Domenicali não vê uma mulher ou pilotos dos Estados Unidos em vagas na Alpine, Haas e Williams