Ex-treinador e namorado de Kenin é banido em 12 anos por corrupção

Redes Sociais


A Agência Internacional de Integridade do Tênis (ITIA) anunciou nesta quarta-feira o banimento do tênis por 12 anos do treinador holandês Max Wenders, que assumiu ter se envolvido em esquemas de combinação de resultados.

A ITIA - entidade independente que fiscaliza e audita o tênis profissional, dedicada a investigação de casos de corrupção -, informou por meio de comunicado que Wenders não paenas admitiu as várias acusações de caso de corrupção por combinação de resultados, bem como assumiu que destruiu provas para obstruir a investigação da ITIA.

Ainda segundo o comunicado, o auditor Richard McLaren multou o treinador em US$ 12 mil, cerca de R$ 64 mil. O anuncio da decisão, tomada em 28 de abril deste ano, foi adiada após a defesa de Wenders impetrar processo judicial para reverter a decisão, que segue mantida. O banimento é de 12 anos, a contar de 28 e abril, e o proibe de participar de qualquer evento de tênis oficial organizado por qualquer uma das entidades do esporte (ATP, WTA ou ITF).

Max Wenders tem 26 anos e como tenista competiu em apenas dois torneios profissionais, ITFs realizados em 2014. Após desistir da vida como atleta profissional, passou a dedicar-se para alcançar espaço treinando profissionais, em especial tenistas do circuito feminino. Em seu currículo, além de trabalhos com tenistas de baixo ranking, Wenders foi companheiro de treino (hitting-partner) da letã Jelena Ostapenko, campeã de Roland Garros 2020; depois o holandês trabalhou como treinador auxiliar da estoniana Anett Kontaveit, atual 2ª da WTA; e foi treinador em tempo fixo da compatriota Demi Schuurs, incluindo o período em que ela jogou o circuito ao lado da australiana Ashleigh Barty. Schuurs e Wenders, ao lado de Barty e seu treinador Craig Tyzzer, os holandeses foram campeões em Roma.

Em 2021 Wenders passou a integrar a equipe da campeã do Australian Open 2020, a norte-americana Sofia Kenin, com quem assumiu um relacionamento em agosto daquele mesmo ano. Não está claro que se após romperem a parceria como treinador e atleta, em janeiro deste ano, o casal seguiu junto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos