Ex-meia do Everton é convocado para lutar na guerra da Ucrânia

Diniyar Bilyaletdinov abandonou a carreira em 2019 quando atuava no futebol lituano. Foto: Dmitry Korotayev/Epsilon/Getty Images
Diniyar Bilyaletdinov abandonou a carreira em 2019 quando atuava no futebol lituano. Foto: Dmitry Korotayev/Epsilon/Getty Images

O ex-meio campista do Everton, Diniyar Bilyaletdinov, foi convocado para lutar na Ucrânia, de acordo com relatos da imprensa russa.

Bilyaletdinov passou três anos no Goodison Park depois que o então técnico dos Toffees, David Moyes, o levou para o clube por 9 milhões de libras em 2009.

Leia também:

Depois de retornar à Rússia natal em 2012, o jogador de 37 anos se aposentou do futebol em 2019, após uma curta passagem pelo clube lituano FK Riteriai.

A notícia vem após a ordem de mobilização parcial do presidente russo, Vladimir Putin, em meio à guerra em curso na Ucrânia. Como resultado da decisão, homens em idade militar que já serviram nas forças armadas e possuem certas especialidades militares podem ser convocados.

O decreto, que entrou em vigor na semana passada, prevê que 300.000 russos sejam convocados para servir no conflito em curso. As notícias da mobilização na Rússia espalharam o pânico entre uma população civil que foi amplamente protegida dos horrores do conflito em andamento.

Tropas foram enviadas para a fronteira georgiana para impedir que pessoas fujam do país por terra, enquanto aviões russos foram obrigados a negar passagem a qualquer homem entre 18 e 60 anos na tentativa de impedir o êxodo.

O pai de Bilyaletdinov confirmou que Diniyar já havia servido nas forças armadas russas, mas insistiu que ele só o fez em um papel esportivo.

“Sim, Diniyar recebeu uma convocação. Ele atuou na linha esportiva há mais de 19 anos, quando jogou na equipe juvenil. Foi há muito tempo, veio a ordem, fez o juramento. Não conheço a especialidade militar, nem batalhão de construção, nem tropas ferroviárias”, explicou.

Bilyaletdinov fez 46 jogos pela seleção russa entre 2005 e 2012 e fez parte do time que chegou às semifinais da Euro 2008.