Ex-Corinthians, volante Gabriel revela preparação mental diferente para enfrentar o Timão


Desde que deixou o Corinthians, no início deste ano, o volante Gabriel não havia jogado na Neo Química Arena como visitante, até este domingo (4), quando defendeu o Internacional, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ ATUAÇÕES: Cantillo entra mal e é o pior do Corinthians no empate contra o Internacional

O jogador admitiu que a preparação para a partida foi diferente dos outros jogos, por se tratar de enfrentar o clube no qual ele é torcedor declarado e atuou por cinco temporadas (2017 a 2021).

- Diferente, sim. Até por conhecer todos aqui, ter vivido boa parte da minha carreira, da minha história aqui dentro. Então, foi um jogo que, para mim, foi diferente, até a preparação mental, que eu sabia que seria muito importante, para não entrar muito na pilha, não querer fazer algo diferente, e, sim, jogar o meu futebol com tranquilidade e poder ajudar os meus companheiros. Acredito que conseguimos fazer - disse o volante na zona mista do estádio corintiano, após o empate em 2 a 2 entre Timão e Colorado.

Ainda que seja torcedor corintiano e tenho uma grande identificação com o clube alvinegro, Gabriel garantiu que o seu foco agora é único e exclusivo ao Internacional.

- A gente acaba defendendo o clube que estamos. Hoje procurei dar a vida pelo Inter e fazer o meu melhor. Acredito que fiz um bom jogo, juntamente com a minha equipe, porque o futebol não é individual, mas, sim o coletivo que prevalece. Uma emoção muito grande, um pouco diferente do que vivi anteriormente, mas agora é, como disse, defender as cores do Inter com unhas e dentes, muita força e poder subir na tabela e fazer um bom Campeonato Brasileiro e almejar coisas maiores, porque o Internacional quando entra em competições é para vencer.

Gabriel -Internacional
Gabriel -Internacional

Gabriel passou pela primeira vez na zona mista da Arena vestindo a camisa de outro clube, desde que deixou o Timão (Foto: Fábio Lázaro/Lancepress)

Dentro de campo, o Inter abriu o placar logo aos 40 segundos de jogo, co Alemão, mas sofreu a virada ainda no primeiro tempo, tendo que buscar o empate em 2 a 2 na etapa final, com um golaço do meia Alan Patrick.

Melhor no segundo tempo, Gabriel admitiu que a sensação do elenco colorado era de que o time poderia ter saído da Neo Química Arena com os três pontos, mesmo reconhecendo o desempenho do Timão.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

- Fica um pouco aqui, a gente sabe que poderia ter saído com os três pontos, mas sempre respeitando a qualidade do Corinthians - avaliou o camisa 23 do Inter.

Com o resultado, o Inter não conseguiu ultrapassar o Corinthians, mas conseguiu chegar ao G4 do Brasileirão. Com 43 pontos, o clube gaúcho agora é o quarto colocado, ultrapassando o Fluminense, que ontem (3) perdeu para o Athletico-PR, em Curitiba.