Ex-atacante de Santos e Flamengo é denunciado por estupro; ele nega

Whelliton Augusto Silva começou a carreira no Santos (Foto: Reprodução/Internet)


O ex-jogador Whelliton Augusto Silva está sendo acusado de estupro por uma moradora da cidade de Santos, segundo o portal 'G1'. O ex-atacante de 50 anos jogou profissionalmente entre 1993 e 2006 e passou por grandes clubes como Santos e Flamengo.

+ Corinthians e Flamengo na final da Copa do Brasil: confira os valores das premiações fase a fase até o título

Segundo o portal, a denunciante Letícia Almeida Holanda de Albuquerque afirmou que o suposto estupro gerou "um grave abalo psicológico, resultando em pensamentos suicidas e internação de urgência".

O ex-jogador nega a acusação e disse, por meio de assessoria, que a denuncia faz parte de uma "perseguição politica", já que Whelliton é vereador na cidade de Santos pelo PL. Contra ele ainda existem denúncias de "rachadinha" e "abuso de autoridade". A Câmara da cidade paulista avalia um pedido de cassação do mandato do ex-atleta.

- Infelizmente, (Whellinton) é obrigado a essa altura da própria vida a passar por essa situação. (...) Quanto a abertura de comissão de ética para apurar um fato que não tem nenhuma prova, digo nenhuma prova, estou muito tranquilo - disse o ex-jogador, por meio de nota.

-> AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! vai transmitir ao vivo e de graça jogos da Bundesliga a partir deste sábado. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão aqui.

Natural de Santos, Whelliton começou a carreira no Peixe em 1993 e chegou a ser vice-campeão brasileiro em 1995. Depois, defendeu

atuava como atacante. Ele estreou profissionalmente em 1993, no Santos, quando já tinha 19 anos. Em 1995, com o time santista, foi vice-campeão brasileiro. Depois disso, defendeu Vila Nova, Anápolis, Santo André, Corinthians-AL e o Boavista, de Portugal.

O atleta defendeu o Flamengo em 2004. A passagem pelo Rubro-Negro foi timida com 19 jogos e três gols marcados. Ele ainda defendeu Portuguesa e CRB antes de encerrar a carreira em 2006.