CEO do Eternal Fire sonha alto na disputa do IEM Rio Major 2022

Evento acontece no Rio (Foto: Divulgação)


A ESL revelou na manhã do dia 13 que abrirá todas as fases do IEM Rio Major 2022 ao público, liberando mais ingressos para o espetáculo e promovendo ainda uma fan fest chancelada por Alexandre "Gaules" Borba junto com a fase final do torneio.

A medida foi um alívio para os apaixonados torcedores brasileiros que esgotaram todos os ingressos para o mais badalado campeonato de CS:GO do planeta em menos de uma hora, ainda no mês de maio.

Nessa toada, o turco Eternal Fire vem para o IEM Rio Major 2022 com grandes expectativas para o evento que acontece de 31 de outubro a 13 de novembro na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Segundo Furkan Güven, toda a preparação está sendo feita pensando na conquista do título. Ao todo, a competição irá reunir 24 equipes.

“Nosso maior objetivo é ser campeão. Estamos trabalhando muito duro e, com certeza, teremos um desempenho acima das expectativas no palco. Nosso time passa o dia todo treinando e fazendo análises. Nossos psicológicos também fazem parte desse trabalho pela saúde mental e motivação dos nossos jogadores”, explicou Güven em entrevista exclusiva.

O IEM Rio Major 2022 será a primeira competição desse porte na América do Sul. E o Eternal Fire não vê a hora de conhecer o Brasil e o torcedor brasileiro, um dos mais entusiasmados do mundo quando o assunto é E-Sports.

"Nos últimos meses, fomos impactados positivamente pela euforia dos fãs no Brasil e no mundo, e estamos entusiasmados em mostrar todo o potencial do que os e-sports podem ser e fazer", disse Shaun Clark, Product Management Director da ESL FACEIT Group.

O interessante deste ano é que a ESL adotará pela primeira vez na história das competições de sua chancela um modelo de palco no centro da arena, semelhante ao que foi usado no ELEAGUE Major Boston 2018, para que seja possível abrigar mais torcedores.

Todas essas novidades criam uma atmosfera incrível para as equipes e não é diferente com o time turco Eternal Fire: “Nunca estivemos no Brasil, um país verdadeiramente fascinante. Será emocionante conhecer o povo brasileiro. A cultura, o estilo de vida e as energias do brasileiro são absolutamente admiráveis. Não tenho dúvidas de que um torneio bastante empolgante nos aguarda”, disse Güven.