Está no sangue! Sobrinho de Esquiva Falcão é esperança no boxe brasileiro

Yuri está voando e deve ganhar vaga na Seleção Brasileira Reprodução / Instagram


Com duas gerações de muito sucesso no boxe brasileiro e internacional, a família Falcão tem seu novo prodígio. Yuri, de apenas 19 anos, venceu o Campeonato Brasileiro disputado no Rio de Janeiro e, agora, mira participação na Seleção permanente, que está reunida em São Paulo.

Mesmo jovem, Yuri tem tudo para assumir a titularidade na Seleção Brasileira na categoria até 63,5kg. Na onda do título nacional, o boxeador seguiu amassando adversários e conquistou o Grand Prix, também disputado no Rio de Janeiro.

Os triunfos parecem ter dado ainda mais confiança ao brasileiro, que já se considera em 'outro patamar' no esporte. Em conversa com o 'Olhar Olímpico', do UOL, Yuri falou sobre a referência no avô, o ex-boxeador Touro Moreno, e do apoio da família no crescimento.

- A primeira luva quem colocou foi meu avô. Eu treinava só por hobby e só fui começar a levar a sério com 14 anos, quando fui para São Paulo - disse, antes de completar:

- Ele (Touro Moreno) é pai, está sempre comigo. Ele me criou como filho. Meus pais são separados, não tenho esse convívio todo com o meu pai. Quem me criou foi meu avô e minha avó. O Yamaguchi e o Esquiva são meus irmãos - analisou.

Segundo o próprio Yuri, antes de pensar em carreira como profissional, o objetivo segue sendo as Olimpíadas. Mais parecido com Yamaguchi no estilo do boxe, o jovem de apenas 19 anos mira uma medalha nos Jogos de Paris em 2024.

- A meta maior é ganhar medalha em 2024, em Paris. Ir disputando os campeonatinhos, trazendo resultado, e chegar bem na Olimpíada - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos