Essencial no Palmeiras de Abel Ferreira, Zé Rafael aumenta sua participação em gols

É o trem! Zé Rafael participa de mais de 11% dos gols do Palmeiras neste ano (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)


O Palmeiras deve entrar em campo nesta quinta-feira, contra o Atlético-GO, com seu time titular, o qual não é possível imaginar sem a presença de Zé Rafael, um dos principais pilares do esquema de Abel Ferreira e que ganha cada vez mais importância no grupo. Neste ano, além de ser fundamental taticamente, ele tem ampliado a sua influência para o número de participações em gols da equipe.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Contratado em 2019 para reforçar o Verdão, Zé chegou como um meia, disputando posição com outros nomes que já estavam por lá, como Lucas Lima, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa. Em sua primeira temporada, a mais "artilheira" e influente de todas, ele marcou sete gols e deu cinco assistências em 38 partidas, ou seja, 12 participações em 105 tentos da equipe, o que significa 11,43% do total do time.

A partir de 2020, com Vanderlei Luxemburgo, Zé Rafael passou a jogar como um meio-campista, ou como volante mesmo. Somando esse período e também a parte em que Abel Ferreira assumiu o comando, o camisa 8 marcou cinco gols e deu seis assistências no ano, totalizando 11 participações em 49 jogos. Em relação ao total de gols do elenco, isso significou 11,11% dos 99 gols do Verdão.

Em meio a isso, Zé começou a ganhar importância taticamente, como um dos pilares do meio-campo de Abel Ferreira, bicampeão da Libertadores, campeão da Copa do Brasil, da Recopa e do Paulistão. Se esses títulos vieram, certamente passaram pelo que o "ex-meia" tem feito, mas de uma forma silenciosa, sem muito alarde.

Tanto é que em 2021 os números não foram expressivos em termos de gols e assistências. Zé Rafael marcou três tentos e deu somente três passes para os companheiros balançarem a rede, ou seja, seis participações em 61 jogos, o que significou somente 4,4% dos 135 gols que a equipe marcou ao longo de todo o ano passado.

No entanto, as coisas mudaram para este ano, e Zé tem retomado aquela fase mais participativa nos gols de 2019 e 2020. Até o momento, o meio-campista fez 33 jogos, com seis gols (segundo ano mais artilheiro) e três assistências, somando novo participações em tentos palmeirenses, 11,11% do total de 81 gols marcados em 2022.

Isso sem contar a ajuda de Zé Rafael naqueles lances "pré-assistência", como na partida do último domingo, contra o Coritiba, em que ele puxou o contra-ataque e deu um passe primoroso para Gabriel Veron deixar Rony na cara do gol para marcar o segundo tento do Verdão na partida e selar a vitória por 2 a 0, fora de casa.

Se ainda há algum do torcedor do Palmeiras descontente com Zé Rafael, será preciso muito mais argumentos para criticá-lo e pedir sua saída do time. Atualmente, não há como pensar em uma equipe titular sem a presença do camisa 8, que mais uma vez é fundamental na busca do clube por mais títulos, recordes e marcas históricas.

Confira os números de Zé Rafael nos últimos anos:

- 2019 - 12 participações (7 gols e 5 assistências) em 38 jogos - 11,43% dos 105 gols do time no ano

- 2020 - 11 participações (5 gols e 6 assistências) em 49 jogos - 11,11% dos 99 gols do time no ano

- 2021 - 6 participações (3 gols e 3 assistências) em 61 jogos - 4,44% dos 135 gols do time no ano

- 2022 - 9 participações (6 gols e 3 assistências) em 33 jogos - 11,11% dos 81 gols do time no ano

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos