Esposa de Cássio detona torcedor do Santos após agressão a ídolo do Corinthians: 'Covarde'

Goleiro corintiano optou pode deixar as puniçoes somente no âmbito esportivo (Foto: Reprodução/Sportv)


Janara Sackl, esposa do goleiro Cássio, se pronunciou sobre a agressão sofrida pelo camisa 12 do Corinthians por um torcedor do Santos. Nas redes sociais, ela recordou as ameaças direcionadas ao arqueiro e sua família no passado e condenou as ações do santistas na Vila Belmiro.

+ Eliminação do Santos da Copa do Brasil rende memes nas redes sociais

Logo após o término da partida e a confusão na gramado do estádio, Janara Sacki iniciou uma sequência de publicações, nos stories do seu perfil no Instagram, criticando os acontecimentos em Santos.

- Covarde! Há exatos três meses eu desativava minha conta devido às ameaças proferidas a mim e a minha família. E não, não se tratava de uma "brincadeira de mau gosto" de algum adolescente. Se tratava de um criminoso já com duas passagens pela polícia - afirmou.

+ Neymar recrimina tentativa de agressão de torcedor do Santos contra Cássio

Na sequência das postagens, Janara recrimina as ações contra Cássio e pede respeito aos jogadores.

- Três meses depois, meu marido sofre uma tentativa de agressão na Vila Belmiro, por um torcedor rival. Que Deus tenha misericórdia desse cidadão! Covarde. E essas bombas que estavam estourando atrás do gol do meu marido? E se tivessem acertado ele? Respeitem o trabalho desses homens! Para muitos pode ser diversão, mas para nossos maridos é profissão - afirmou.

+ João Paulo condena invasão e pede punição aos torcedores do Santos

A esposa do goleiro corintiano conclui elogiando e agradecendo ao atacante Marcos Leonardo, do Santos.

- Parabéns e obrigada ao menino Marcos Leonardo! Você foi fundamental para diminuir a chance de acontecer algo pior! Usado por Deus! Que ele continue abençoando a tua vida e de toda a tua família - completou.

Após o apito final, o goleiro deixava o campo quando foi surpreendido pelas costas por um torcedor que invadiu o gramado. O homem foi contido, e o camisa 12 do Timão conseguiu se defender.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos