ESPN demite Fábio Sormani após denúncias internas

Uma denúncia de compliance (código de conduta e normas de uma empresa) fez com que o comentarista Fábio Sormani fosse demitido da ESPN nesta sexta (23). Segundo fontes ouvidas pelo Yahoo Esportes, uma fala de Sormani foi considerada como homofobia pelos responsáveis pelo departamento do canal.

"O jornalista Fábio Sormani deixa de fazer parte do time de comentaristas dos canais de esporte da Disney. Agradecemos por todo seu empenho e desejamos sucesso à sua nova etapa profissional", diz o comunicado da empresa.

Leia também:

Sormani, que fora contratado pela Fox Sports no ano de 2013, fez parte do elenco fixo da emissora esportiva até o ano de 2020, quando a Fox foi dissolvida e adquirida pela Disney. Em 2021, Sormani passou a fazer parte do escrete da ESPN, onde atuava diariamente do programa F90. Já nesta sexta-feira, o comentarista não participou do F90, algo que fora comum até a última quinta-feira.

Sua atuação na ESPN não era apenas durante os programas na TV, mas, também, no site da emissora, onde Sormani assina um blog. A última publicação no espaço virtual foi na última quarta-feira, quando revelou que o Santos estaria com problemas para pagar os direitos de imagem de seus jogadores.

Sormani, antes de chegar à Fox e, por consequência, à ESPN, passou pela Folha da Tarde e Folha de São Paulo, além da Revista Placar. Dentro de seus 40 anos de carreira, atuou por SBT, Band, SporTV e Record.