Após eliminação, São Paulo 'junta os cacos' para reta final de maratona em temporada com duas finais


Pela primeira vez no ano, o São Paulo conheceu o sentimento de ser eliminado em uma competição. Após a derrota por 1 a 0 para o Flamengo na quarta-feira (14), no Maracanã, no duelo de volta da semifinal da Copa do Brasil, o Tricolor deixa enfim uma frente de disputa no ano. E agora 'junta os cacos' do cansaço visando o que resta: a final da Copa Sul-Americana contra o Independiente del Valle, do Equador, e a fuga do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.


GALERIA
+ Confira as notas dadas aos jogadores do São Paulo na atuação na derrota no Maracanã pela semifinal da Copa do Brasil


'Juntar os cacos' não é uma mera hipérbole. O Tricolor chegou até aqui em 2022 disputando todos os jogos em que poderia ter entrado em campo no ano. Chegou até mesmo na final do Campeonato Paulista (perdida para o Palmeiras). E isso gera reflexos.

A atual temporada terminará com o São Paulo disputando 77 partidas ao todo. Só havia entrado tanto em campo há dez anos atrás, curiosamente a última vez que levantou um título internacional, a mesma Sul-Americana que é objeto de desejo agora (excluindo, claro, o ano passado quando o calendário acabou atropelando duas temporadas em uma por conta da paralisação dos jogos pela pandemia de Covid-19 (veja os números abaixo).

- Eu pretendo dar 24 horas de descanso para eles. Depois de amanhã, preparar o jogo para o Ceará. Os que jogaram hoje fazem um treinamento mais leve na sexta. Aí no sábado a gente define o time para o jogo com o Ceará. Hoje nós viemos com todos os atletas que tínhamos a disposição, 20 jogadores de linha. Tem mais três que ficaram fora pela inscrição. Teremos que fazer um time muito competitivo. Lá é difícil de jogar e agora a gente enfrenta times que descansam a semana inteira. Isso traz uma diferença nessa parte. A opção do final de semana de ter jogado com um time novo foi para igualar, ao menos, a parte física - disse Ceni.

O treinador se refere, especificamente, a duas situações: a folga concedida ao elenco nesta quinta-feira (15) - os trabalhos só voltam na sexta-feira (16), no CT da Barra Funda - e o duelo diante do Ceará, às 16h (de Brasília) de domingo (18), fora de casa, pelo Brasileirão.

Além da Sul-Americana, prioridade absoluta do ano pelas circunstâncias, o Brasileirão é um esqueleto que nunca deixou o armário tricolor. Não é para menos. A equipe está na 13ª colocação com 31 pontos, cinco de distância para a zona de rebaixamento.

- É um resultado que precisamos (vitória), um confronto direto de duas equipes com a mesma pontuação, chegando em baixo. Precisamos visar o jogo do dia primeiro, mas não podemos dar o luxo de desperdiçar pontuação.

Ou seja, mesmo com a eliminação na Copa do Brasil, Ceni continuará tendo que dividir as atenções em duas frentes até o próximo dia 1º de outubro, data da final continental em Córdoba, na Argentina. Além dos cearenses, até a decisão do ano o calendário reserva o Avaí, outro concorrente direto para fugir da rabeira da tabela nacional, em jogo inicialmente marcado para o dia 27 (terça-feira), no Morumbi, mas que a diretoria busca a antecipação.

- Precisamos aproveitar o máximo que temos, a parte física, técnica, enquanto o Del Valle tem um jogo só agora dia 17, se não me engano, nós temos dois jogos ainda vindo puxado do dia de hoje, mas não podemos largar. Chegou um ponto que não podemos deixar de lado o Brasileiro. Vamos tentar jogar com a maior força possível, tanto contra o Ceará quanto contra o Avaí. Vamos tentar adiantar esse jogo, ter um espaçamento maior da final, que se pressupõe que pode ter prorrogação. São Paulo é o time que mais jogou no Brasil esse ano - completou Ceni.

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira todos os jogos da Copa do Brasil-22
> Confira todos os jogos da Copa Sul-Americana-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

O NÚMERO DE JOGOS DO SÃO PAULO NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS

2022 - 64 (12 a fazer pelo Brasileirão, 1 pela Sul-Americana) pode chegar a 77
2021 - 81 (11 jogos adiados da temporada 2020 por conta da Covid-19)
2020 - 54
2019 - 60
2018 - 64
2017 - 62
2016 - 70
2015 - 69
2014 - 68
2013 - 78
2012 - 78