Empresa de trens da Escócia pede para torcida ir embora mais cedo

Problema já aconteceu na semana passada no confronto da Escócia com a Ucrânia. Foto: Jane Barlow/PA Images via Getty Images
Problema já aconteceu na semana passada no confronto da Escócia com a Ucrânia. Foto: Jane Barlow/PA Images via Getty Images

Os torcedores que forem de trem para o jogo entre Escócia e Armênia, marcado para esta quarta-feira, pela Liga das Nações, terão que sair no intervalo para embarcarem no último trem a caminho de casa.

A ScotRail, empresa escocesa de operação de trens, pediu aos que se dirigem ao Hampden Park para a partida a considerar suas opções de viagem devido aos serviços reduzidos.

Leia também:

Um cronograma de emergência permanece em vigor enquanto funcionários discutem com a empresa melhores condições de trabalho. O pontapé inicial está marcado para 19h45, mas o último trem da noite da estação mais próxima do estádio nacional sai muito antes do apito final.

Os torcedores que esperam pegar um trem terão que sair durante o primeiro tempo para pegar o último trem de King's Park às 20h29 ou no intervalo para pegar o 20h46 de Mount Florida.

A ScotRail disse que haverá oportunidades de viagem muito limitadas partindo de Glasgow Central e Glasgow Queen Street após a partida, sem trens na maioria das rotas fora do centro da cidade.

Phil Campbell, chefe de operações de clientes da ScotRail, disse que a operadora está "fazendo todo o possível para ajudar os fãs de futebol a irem para Hampden e torcer pela seleção nacional".

Mas ele alertou: "Os clientes devem estar cientes de que os últimos trens da noite partirão do Monte Flórida antes do apito final, por isso pedimos aos fãs que planejem com antecedência e considerem suas opções de viagem".

Cerca de 700 serviços foram cortados do horário da ScotRail devido à disputa salarial, com membros do sindicato Aslef se recusando a trabalhar nos dias de descanso como resultado.

As negociações destinadas a encerrar a disputa entre o fornecedor ferroviário da Escócia e os maquinistas serão retomadas na quinta-feira (9), disse o sindicato.

Os torcedores que viajaram para o jogo entre Escócia e Ucrânia há uma semana enfrentaram uma situação semelhante. No entanto, o ScotRail adicionou serviços extras no dia da partida para levar os torcedores a áreas locais e alguns destinos mais distantes, como Edimburgo, Stirling e Ayr.

O porta-voz de transporte dos conservadores escoceses, Graham Simpson, disse que o governo deveria ter intervindo "para garantir que os apoiadores não fossem deixados de lado" e ainda acrescentou.

"A solução sugerida pela ScotRail - que os torcedores saiam no intervalo para pegar o último trem de Mount Florida para Glasgow Central - é um insulto e um tom surdo para a realidade de ser um fã de futebol", finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos