Empresário cogita estreia de Endrick pelo Palmeiras diante do Juventude e revela buscas de clubes pela joia

Endrick pode fazer sua estreia pelo Palmeiras neste sábado, segundo agente do atleta (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O torcedor do Palmeiras está cada vez mais próximo de ver a estreia de Endrick como profissional do clube. Quem disse isso foi o próprio empresário do garoto, Wagner Ribeiro, durante a "Brasil Futebol Expo", evento organizado pela CBF. Segundo o agente, a joia palmeirense deve jogar já neste sábado, diante do Juventude.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

Responsável pelo gerenciamento da carreira de Endrick desde os 13 anos do jovem, Wagner explicou como trabalhou os primeiros contratos de seu agenciado com o Verdão, inclusive revelando uma certa "briga", que quase colocou a revelação da base nos rivais.

- Endrick tinha 13 anos e era federado no Palmeiras. O contrato dele foi uma briga. No primeiro item, eu pedi 30% dos direitos econômicos para o atleta. O João Paulo Sampaio (gerente das categorias de base do Palmeiras) me disse: "Você está louco?". Eu falei que tiraria ele do Palmeiras, e ele nem acreditou. Fui ao Corinthians e ao São Paulo, mas eles me disseram que aquilo iria ferir a ética. Como se valesse de alguma coisa - declarou o empresário no evento da CBF.

Além disso, Wagner Ribeiro revelou quanto Endrick ganhava de salário quando ainda tinha apenas um contrato de formação, antes de assinar o vínculo profissional neste ano. Segundo o agente, os vencimentos da joia palmeirense só foi menor do que o de Neymar na mesma idade. Sem contar o valor da multa rescisória.

- Outro item, um contrato de três anos. Impusemos uma multa de 30 milhões de euros (R$ 155 milhões na cotação atual). O salário dele, de um garoto que tinha 13 anos, ganhando R$ 18 mil, eu considerava muito bom. Eu considero bom. Somente o Neymar ganhava um pouco mais com essa idade - contou.

Em seguida, Wagner Ribeiro falou da confecção do contrato profissional de Endrick com o Palmeiras, o qual ele considera ter sido excelente, com valores altíssimos. No meio dessa declaração, o empresário deixou escapar que o garoto deve estrear neste sábado.

- Fizemos o contrato profissional dele recentemente, colocamos uma multa de 60 milhões de euros, porque ele recebeu uma luva na mão com um valor muito bom, muitíssimo bom, que nenhum jogador brasileiro nessa idade de 16 anos recebe, um salário também fantástico, e parece que sábado agora ele estreia.

No treino desta quinta-feira, na Academia de Futebol, Endrick trabalhou com os demais companheiros. O jovem tem participado constantemente das atividades com os profissionais, o que aumenta a chance de ser relacionado em breve. O LANCE! ouviu algumas fontes que corroboram com a informação dada por Wagner, mas outras garantiram que não há confirmação e quem decide é Abel.

Aliás, Abel Ferreira é um nome que apareceu entre as declarações de Wagner Ribeiro durante o evento da CBF. O agente lembrou de quando queria que o técnico alviverde levasse Endrick para o Mundial, mas o comandante recomendou que o garoto com essa idade fosse para a Disney. A resposta a essa fala do português foi dada com visitas a grandes clubes europeus no início do ano.

- A única coisa ruim é que eu queria que o Abel o levasse para Abu Dhabi para o Mundial. Achava que devia levá-lo, que ele tinha condições, colocar ele no banco, porque o regulamento permite que um jogador que esteja registrado no clube possa jogar o Mundial. E o Abel, em uma entrevista disse que ele tinha que ir para a Disney. Aí nós o levamos para Euro Disney, aí ele conheceu o PSG, o Real Madrid, a Inter e o Milan. Os clubes estão todos babando por ele, ligando direto, ele tem um contrato de três anos com o Palmeiras, não sai do Palmeiras até fazer 18, isso é lei, porém eu acredito que ele vá jogar logo e infelizmente ele não vai ver o Palmeiras ter o primeiro Mundial, que era o sonho dele - comentou.