Em vídeo, Luís Castro condena violência e pede união: 'Todos juntos podemos fazer um grande Botafogo'

Luís Castro falou sobre a invasão de um grupo de torcedores do Botafogo ao Espaço Lonier (Reprodução/BotafogoTV)


Após a invasão de um grupo de torcedores ao Espaço Lonier, o Botafogo divulgou um vídeo em que o diretor de futebol André Mazzuco e o treinador Luís Castro comentam sobre o episódio. O comandante condenou qualquer ato de violência e ressaltou que a união fará com que o clube dê a volta por cima.

+ Botafogo repudia invasão de torcida organizada ao CT da equipe

- A tristeza de vocês é a minha tristeza. A frustração de vocês é a minha frustração. A decepção de vocês é a minha decepção. Em mim, tudo isso gera mais ambição e mais determinação. Desejo que todos os botafoguense estejam do nosso lado, só assim será possível seguir em frente - disse, e emendou:

- Jamais a violência pode ser nossa parceira. Jamais a violência pode estar de mão dada conosco. Todos juntos podemos fazer um grande Botafogo. Amanhã teremos mais um grande desafio e unidos poderemos superá-lo com sucesso - completou.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

Nesta quinta-feira, às 16h, o Glorioso volta a campo para medir forças com o São Paulo, no Nilton Santos, Sem vencer há cinco partidas, a equipe teve uma queda brusca de rendimento e foi do G4 para a zona de rebaixamento em pouco tempo.

Na véspera do jogo, cerca de 50 pessoas invadiram o Espaço Lonier, onde o clube carioca concentra os trabalhos do elenco profissional e pressionaram alguns jogadores. Além disso, permaneceram na entrada do local na chegada dos atletas para o treino e conversaram com Luís Castro.

Por meio de uma nota, o clube repudiou os atos e informou que a polícia foi acionada e a equipe operacional está monitorando a situação para tomar providências. No vídeo, o diretor de futebol André Mazzuco também falou sobre a invasão.

+ Luís Castro ouve cobranças de organizada do Botafogo e diz: 'Lutar não é sinônimo de ganhar'

- Cabe uma reflexão profunda do futebol brasileiro sobre esse tipo de acontecimento, que aconteceu com outros clubes. Isso não pode ser corriqueiro. Temos consciência do momento do clube, a gente não projetava. Agora a obrigação é buscar solução. Todos os atletas são comprometidos e confiam no projeto do Botafogo desde o seu começo, e isso é de três mês atrás, com John (Textor), com o Castro e com a nova diretoria. Acreditamos que nós mesmos vamos sair dessa. O Botafogo é enorme e a torcida vai continuar apoiando - disse André Mazzuco.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos