Em noite inspirada de Johnny, Internacional atropela no clássico e afunda o Juventude no Z4

Internacional goleou o Juventude pelo Campeonato Brasileiro (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)


No clássico gaúcho pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, Internacional e Juventude mediram forças na noite desta segunda-feira, no estádio Beira-Rio. E o Colorado não deu chances ao adversário. Mostrando disposição em campo, Johnny, duas vezes, além de Wanderson e Edenilson, garantiram novo triunfo para o clube de Porto Alegre, desta vez por 4 a 0, alcançando o terceiro triunfo seguido na competição nacional.

+ Veja a tabela do Brasileirão e simule os resultados dos jogos

Com o resultado, o Inter chegou aos 42 pontos, pulando para a 4ª colocação, porém secando o Timão diante do Red Bull Bragantino para se manter no G4. Já a equipe de Caxias do Sul acabou estacionando na lanterna com seus 17 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

JUVENTUDE TEM BOM INÍCIO, MAS INTER EQUILIBRA

Mesmo jogando longe de seus domínios, o Juventude sabia da necessidade de um triunfo na partida contra o Internacional. Com isso, nos primeiros 10 minutos, mostrou que estava disposto a tentar fazer uma partida de igual para igual, apostando eu seu sistema ofensivo acionando Isidro Pitta algumas vezes, mas o paraguaio não aproveitou as chances.

Entretanto, aos poucos, o Colorado foi equilibrando e ditando mais as ações em campo. Sendo assim, devolvendo na mesma moeda, chegou com perigo em duas oportunidades sendo a primeira aos 17 minutos, quando Wanderson recebeu na entrada da área batendo forte para a grande defesa do goleiro Pegorari. Já na segunda, Maurício, após se livrar da marcação, cortou para o meio arriscando um chute que passou muito próximo à trave.

COLORADO ABRE BOA VANTAGEM

Já na reta final da etapa, o Inter seguia insistindo em encontrar, ao menos, um gol antes do término. E conseguiu mais do que isso. Aos 37 minutos, depois da cobrança de escanteio de Carlos De Pena, Johnny se antecipou à marcação para tirar o zero do placar.

Mesmo com a vantagem, os mandantes seguiram pressionando. Com isso, já nos acréscimos, aos 46 minutos, Alemão foi derrubado na área, porém com a arbitragem não marcando a penalidade em um primeiro momento, mas voltando atrás após checagem ao VAR. Na cobrança, a batida de Carlos De Pena parou na defesa do camisa 1, com Wanderson pegando rebote para estufar a rede fazendo 2 a 0.

JOHNNY VOLTA A MARCAR

Com a bola rolando para o segundo tempo, o Internacional voltou no mesmo ritmo que terminou na primeira etapa. E tratou de ampliar ainda mais o marcador. Após ter deixado sua marca, Johnny, logo aos 2 minutos, aproveitando cruzamento de Wanderson, cabeceou sem chances para Pegorari para fazer mais um gol.

Vendo o adversário construir uma boa vantagem, Umberto Louzer optou por algumas trocas reforçando seu meio-campo. Por outro lado, Sidnei Lobo, que assumiu o comando do time substituindo Mano Menezes, expulso no duelo contra o Avaí, também não ficou para trás e resolveu fazer duas mudanças, entre elas a saída de Johnny para a entrada de Edenílson, com direito a algumas vaias.

APÓS VAR SER ACIONADO, INTER FECHA GOLEADA DE PÊNALTI

E o time local voltou a marcar, desta vez aos 28 minutos. Porém, o tento de Vitão acabou anulado por conta de um toque na mão de Wanderson na disputa com Pegorari.

Passado o momento, ambos os treinadores, com o tempo se encaminhando para o fim, ainda apostaram em suas últimas trocas. Até que aos 43 minutos, o juiz novamente consultou o VAR desta vez para analisar o lance na área entre Nogueira e Edenilson, confirmando a penalidade após a checagem. Com isso, o próprio camisa 8, que sofreu com vaias por parte da torcida, bateu com perfeição para fechar a conta no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA
Internacional 4 x 0 Juventude


Data e horário: 29/08/2022 - 20h (de Brasília)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Farinha (RJ)
VAR: Wagner Reway (PB)

Cartões amarelos: Nogueira, 44'/1ºT; Pegorari, 45'/2ºT

Gols: Johnny, 37'/1ºT (1-0); Wanderson, 49'/1ºT (2-0); Johnny, 2'/2ºT (3-0); Edenilson, 46'/2ºT (4-0)

INTERNACIONAL: Daniel; Fabricio Bustos, Vitão, Gabriel Mercado e Renê; Gabriel, Johnny (Edenílson, aos 23'/2ºT) e Carlos De Pena (Pedro Henrique, aos 35'/2ºT), Maurício (Alan Patrick, aos 23'/2ºT) e Wanderson (Taison, aos 37'/2ºT); Alemão. (Técnico: Sidnei Lobo)

JUVENTUDE: Pegorari; Rodrigo Soares, Nogueira, Paulo Miranda e Moraes; Elton (Pará, aos 18'/2ºT), Jadson (Rafinha, aos 36'/2ºT), Paulo Henrique (Guilherme Parede, aos 17'/2ºT), Bruno Nazário (Chico, aos 18'/2ºT) e Felipe Pires (Óscar Ruíz, aos 35'/2ºT); Pitta. (Técnico: Umberto Louzer)