Em jogo com briga e expulsões, Athletico e Corinthians empatam

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
PR - Curitiba - 15/06/2022 - BRASILEIRO A 2022, ATHLETICO PR X CORINTHIANS - David Terans jogador do Athletico-PR disputa lance com Rafael Ramos e Gil jogadores do Corinthians durante partida no estadio Arena da Baixada pelo campeonato Brasileiro A 2022. Foto: Robson Mafra/AGIF (Robson Mafra/AGIF)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Corinthians não conseguiu retomar a liderança, mesmo que provisória, do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira (15), o Timão até saiu na frente, mas cedeu o empate em 1 a 1 contra o Athletico, em Curitiba, pela 12ª rodada da competição nacional.

O Athletico começou o jogo com tudo, mas viu o Alvinegro Paulista abrir o placar logo aos quatro minutos, com Róger Guedes desencantando. O camisa 9 não marcava desde a segunda rodada do Brasileirão, contra o Avaí, no dia 16 de abril.

Leia também:

No segundo tempo, a partida equentou, tanto que aos 25 minutos da etapa final em desentendimento os meias Hugo Moura, do Furacão, e Roni, do Corinthians, foram expulsos.

Nove minutos depois, Vitor Roque, que entrou na etapa final, e fez chover na partida, sofreu uma penalidade, que foi convertida por Terans, que igualou o marcador e deu números finais.

FOI FURAÇÃO PRA CIMA DO CORINTHIANS

O Athletico começou a partida encurralando o Timão. Em dois minutos, foram três escanteios, sendo que o primeiro quase terminou com um gol olímpico do meia Terans, que cobrou fechado, com veneno, e obrigou o goleiro Cássio a dar um tapa para a linha de fundo.

E o dono da meta corintiana foi obrigado a trabalhar mais uma vez nos primeiros 120 segundos de partida, quando Willian saiu jogando errado, o atacante Pablo, do CAP, ficou de frente para Cássio, que fez boa defesa.

TIMÃO E A MELHOR RESPOSTA DO MUNDO


Para concertar o erro na defesa, Willian buscou resolver no ataque. O camisa 10 saiu jogando pela esquerda, tabelou com Róger Guedes, e foi derrubado na zona frontal. A falta não foi muito próxima ao gol athleticano, mas Guedes foi muito feliz colocando no ângulo direito do goleiro Bento.

Róger Guedes não marcava há 10 partidas. A última vez havia sido no dia 16 de abril, quando marcou três contra o Avaí, na segunda rodada do Brasileirão.

JOGO FICA MORNO

Após o gol corintiano, o Furacão tentou ir para cima e buscar o empate rápido, finalizou mais que o adversário, mas sem muito perigo que o Corinthians.

O Timão teve mais a posse de bola nos minutos iniciais, mas também não criou uma grande oportunidade gol após marcar com Róger Guedes. Por outro lado, a parte defensiva corintiana esteve muito bem, segurando as descidas do clube paranaense.

SUSTO DE PABLO

Já na reta final do primeiro tempo, aos 36 minutos, o Athletico-PR quase chegou ao empate com o centroavante Pablo, que recebeu pelo lado direito, dominou na entrada da grande área, encheu o pé, mas mandou pelo lado direito do gol do goleiro Cássio, com a bola tirando tinta da trave.

VITOR ROQUE COLOCA ELETRICIDADE NO JOGO

Tá em choque, Vitor Roque? Esse é o bordão de um atleta que foi a maior compra da história do Furacão. E o garoto de 17 anos entrou elétrico, no lugar de Pablo, no início do segundo tempo. Primeiro, ele teve um chute desviado pela marcação, mas na sequência apareceu de cabeça e acertou a trave. No lance seguinte ele ainda sofreu uma falta perigosa, próxima ao gol.

DEU TRETA

Aos 25 minutos, o jogo que estava controlado acabou pegando fogo com uma confusão entre Roni e Hugo Moura. Os dois jogadores tentaram trocar cabeçada. O desentendimento da dupla aconteceu depois de uma desavença inicial entre o meia Du Queiroz, do Timão, e o atacante Vitor Roque, do Furacão.

O árbitro Leandro Pedro Vuaden expulsou Roni e Hugo Moura.

FURACÃO EMPATA


E o Vitor Roque que entrou para deixar o jogo em choque, também foi capital para o empate athleticano. Aos 34 minutos do segundo tempo ele foi atropelado por Raul Gustavo na entrada da grande área. A princípio, a arbitragem marcou falta, mas após consulta ao VAR o pênalti foi marcado.

O meia Terans bateu firme no canto esquerdo, enquanto Cássio caiu para o direito.

ATHLETICO-PR 1x1 CORINTHIANS
CAMPEONATO BRASILEIRO - 12ª RODADA


Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data e hora: 15 de junho de 2022, às 21h30
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Árbitro de vídeo: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Público/renda:
Cartões amarelos:
Terans (Athletico-PR); Rafael Ramos (Corinthians)
Cartões vermelhos: Hugo Moura (Athletico-PR) e Roni (Corinthians)

GOLS: 0-1 Róger Guedes (4'/1T); 1-1 Terans (34'/2T)

ATHLETICO-PR: Bento, Khellven, Pedro Henrique, Nico e Abner; Matheus Fernandes (Léo Cittadini, intervalo), Hugo Moura e David Ternans; Marcelo Cirino, Pablo (Vitor Roque, 11'/2T) e Tomás Cuello (Vitinho, 11'/2T). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CORINTHIANS: Cássio; Gustavo Mantuan, Gil, Raul Gustavo e Lucas Piton; Du Queiroz, Cantillo (Roni, 20'/2T), Adson (Rafael Ramos, intervalo), Giuliano (Renato Augusto, 20'/2T) e Willian; Róger Guedes. Técnico: Vítor Pereira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos