Em evento histórico, LFA 143 consagra Bruno Lopes e Gabi Fernandes

Bruno e Gabi foram os campeões da noite (Foto: LFA Brasil/Fluorite Video)


Com um público presente de aproximadamente 10 mil pessoas e transmissão ao vivo pela TV Globo para todo o Nordeste, o LFA 143, a maior edição da história da companhia norte-americana, realizada na noite desta sexta-feira em Recife, coroou Bruno Lopes como novo campeão meio-pesado e Gabriella Fernandes como campeã interina dos pesos-moscas.

Bruno Lopes atingiu a marca de 11 vitórias em 11 lutas como profissional. O triunfo desta noite veio com mais uma atuação sólida. Depois de castigar Willyanedson Paiva por todo o primeiro round, ele definiu no segundo, a partir de uma cotovelada que abriu caminho para uma sequência de socos que implodiu o adversário.

"Trabalhei muito para isso, passei por dificuldades, tive altos e baixos, acreditei e voltei e estou aqui conquistando esse cinturão", celebrou o novo campeão. "Meu plano agora é chegar ao UFC. Na hora certa a oportunidade vai aparecer, estarei pronto e espero que seja em breve", completou o paulista de 29 anos.

Assim como Bruno Lopes, Gabriella Fernandes não deixou dúvidas sobre a sua superioridade perante a adversária. A potiguar impôs variadas combinações até levar Karoline Martins para a lona com um chute alto, no segundo round. Sem hesitar, Gabi puxou para a guilhotina, ajustou a pegada e obrigou Karol a bater.

O momento mais plástico do card foi o nocaute assombroso do anfitrião José Delano sobre Jair Jesuino, com uma joelhada de encontro que fez a vítima cair sem som e sem imagem. A vitória garantiu ao pernambucano a disputa do cinturão peso-pena, que acontece no ano que vem, contra o vencedor da luta entre Wellington "Predador" e Gabriel "Mosquitinho".

Confira abaixo os resultados completos do evento:

LFA 143
Geraldão, Recife, PE
30 de setembro de 2022

Bruno Lopes venceu Willyanedson Paiva por nocaute técnico a 1:40 do R2

Gabriella Fernandes finalizou Karoline Martins com uma guilhotina aos 3:02 do R2

José Delano venceu Jair Jesuino por nocaute aos 3:00 do R1

Marcelo Marques venceu Augusto Matias por decisão técnica (30-25, 30-27 e 30-27)

Caio Machado venceu Gabriel Silva por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27)

Rose Conceição venceu Mayara Thays por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)

Edinaldo Novaes venceu Maicon Douglas por decisão unânime (29-28, 29-28 e 29-27)

Lucas Fernando venceu Fábio Aguiar por nocaute aos 2:55 do R1

Neto Oliveira finalizou Leonardo da Silva com uma guilhotina aos 0:40 do R1

Kauê Fernandes venceu José Arly por nocaute a 1:28 do R1

Victor Costa venceu Miguel Firmino por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Natália Alves venceu Ingrid Silva por nocaute técnico aos 3:06 do R1

Cassio Arduini finalizou Luís Aguiar com uma chave de calcanhar a 1:48 do R1