Cruzeiro atropela o Náutico, aumenta crise no rival e fica ainda mais perto do acesso

Edu, Eduardo Brock, Lincoln e Jajá decretaram o triunfo celeste (Foto: Divulgação/Cruzeiro)


Menos um passo para a Série A. Cruzeiro recebeu e venceu a equipe do Náutico, por 4 a 0, na Arena Independência, em Belo Horizonte, na noite desta sexta-feira. Com o resultado, a equipe segue na liderança isolada da Série B e está muito perto do acesso. Enquanto isso, o Timbu vê seu drama aumentar, na lanterna da competição.

Melhor durante todo o jogo, o Cruzeiro nem, sequer, sofreu defensivamente na primeira etapa. A Raposa encontrou seu primeiro gol com Edu, na metade do tempo. O centroavante, inclusive, encerrou um longo jejum, de 14 jogos sem ir às redes.

No segundo tempo, a mesma tônica: o Cruzeiro encontrou o segundo gol, marcado por Eduardo Brock. Já o Náutico, apesar de esboçar, teve pouco repertório, especialmente depois da expulsão de João Paulo.

No fim, ainda deu tempo do Cruzeiro dobrar a vantagem, com Lincoln, de pênalti e Jajá, que voltou a jogar após dois meses, e sacramentou mais uma vitória estrelada, em Belo Horizonte.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS:

Na próxima rodada, Cruzeiro e Náutico jogam na condição de visitante. Enquanto a Raposa recebe o Sampaio Corrêa, o Timbu vai à Alagoas, encarar o CSA.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
CRUZEIRO 4x0 NÁUTICO
Data: 26 de agosto de 2022 (sexta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA-PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)
Árbitro de vídeo - VAR: Vinícius Furlan (SP)
Cartões amarelos: Jóbson (NAU), Jean Carlos (NAU), João Lucas (NAU)
Cartões vermelhos: João Paulo (NAU)

Gols marcados: Edu, aos 23'/1ºT (1-0), Eduardo Brock, aos 23'/2ºT (2-0), Lincoln, aos 36'/2ºT (3-0),


CRUZEIRO (Técnico: Martin Varini)

Rafael Cabral; Zé Ivaldo, Lucas Oliveira e Eduardo Brock (Jajá, aos 38'/2ºT); Wesley Gasolina (Geovane Jesus, aos 30'/2ºT), Neto Moura, Machado e Bidu; Bruno Rodrigues (Daniel Jr, aos 17'/2ºT), Luvannor (Jajá, aos 38'/2ºT) e Edu (Lincoln aos 17'/2ºT).

NÁUTICO (Técnico: Dado Cavalcanti)

Bruno; Anilson, Maurício, João Paulo e João Lucas; Jóbson, Thomaz (Victor Ferraz, aos 13'/2ºT), Souza (Wellington, aos 38'/2ºT) e Jean Carlos (Pedro Vitor, aos 38'/2ºT); Júlio Vítor (Éverton, aos 13'/2ºT) e Kieza (Júlio, aos 38'/2ºT).