Em clássico, Goiás tenta se manter no meio da tabela, e Atlético-GO, fugir do Z4

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em sábado (27) de clássico goiano, o Goiás enfrenta pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro o Atlético-GO na Serrinha. Com elenco completo, o clube esmeraldino, atual 11º colocado, recebe o rival e tenta emplacar a segunda vitória seguida, depois de triunfo fora de casa contra o Atlético-MG, para se consolidar nas posições intermediárias.

Já o time do Dragão vem de um retrospecto negativo no Brasileiro. Amarga a penúltima posição da série A após dois empates, a dois pontos do 16º colocado, além de ter sido eliminado da Copa do Brasil pelo Corinthians, com goleada por 4 a 1 em São Paulo.

Mas o clube segue vivo na semifinal da Copa Sul-Americana, que disputa contra o São Paulo na próxima quinta-feira (1º), e venceu o último embate direto com o Goiás por 3 a 0 em jogo válido pela Copa do Brasil.

O técnico da equipe alviverde, Jair Ventura, afirmou em coletiva não haver favoritos para o confronto. “Clássico é clássico e vice e versa. A história mostra que são sempre jogos muito equilibrados”.

Ventura ressalta, porém, a importância de o Goiás encerrar a partida conquistando os três pontos. “Que a gente possa conseguir mais uma vitória como foi contra o Atlético Mineiro, que é importantíssima para os nossos objetivos dentro do Campeonato Brasileiro”.

A equipe alviverde não tem desfalques e conta com o vice-artilheiro da competição Pedro Raul, elogiado por Tite, o técnico da seleção brasileira, e autor de doze gols —metade dos tentos do Goiás. O time nesta semana negocia o retorno do meio-campista Léo Sena, que está na Itália, mas o acordo depende do resultado de uma avaliação médica ainda não anunciado.

O técnico não quis antecipar a estratégia que adotará na partida, mas uma possível escalação do Goiás conta com: Tadeu; Maguinho, Caetano, Reynaldo e Sávio; Auremir, Matheus Sales, Diego e Dadá Belmonte; Vinícius e Pedro Raul.

O treinador do Atlético-GO, Jorginho, escolheu a mesma formação nos dois últimos treinos abertos à imprensa antes da partida: Renan; Hayner, Wanderson, Klaus e Arthur Henrique; Marlon Freitas, Baralhas e Jorginho; Airton, Wellington Rato e Luiz Fernando.

Jorginho precisou substituir Lucas Gazal, suspenso após expulsão no empate contra o Cuiabá no último domingo (21), além de Willian Maranhão e Churín, que receberam três cartões amarelos.

Após o treino, o técnico do time goianiense agradeceu a confiança da diretoria do clube por poder continuar à frente da equipe contra o Goiás e comentou o desafio de encarar três competições ao mesmo tempo —Brasileiro, Copa do Brasil, e Sul-Americana. Com a eliminação da Copa do Brasil, o Atlético teve pela primeira vez em 40 dias uma semana livre para preparação.

“Tivemos um tempo maior agora. Um tempo que o Goiás já teve, por não estar em outra competição. Organizamos nossa equipe, trabalhamos coisas específicas, por exemplo sobre não baixar tanto as linhas”, avaliou.

Estádio: Estádio Hailé Pinheiro, a Serrinha, em Goiânia (GO)

Horário: Às 16h30 (de Brasília) deste sábado (26)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)

VAR: Rafael Traci (SC)

Transmissão: Premiere