Eduardo dá detalhes sobre parceria com Tiquinho no Botafogo: 'Eu jogo em função dele'


A cena de Tiquinho Soares indo abraçar Eduardo - e vice-versa - para comemorar um gol tem sido comum nos últimos jogos do Botafogo. A dupla tem se encaixado e já dá sinais de que pode ser produtiva para dar frutos ao sistema ofensivo da equipe de Luís Castro.

+ Cuesta esteve em mais de 80% dos jogos que o Botafogo não levou gol no Brasileirão

Mas tudo é bem mais complexo que as bolas na rede que geram os abraços de comemoração. Eduardo e Tiquinho só atuaram juntos em três jogos, mas já se entendem bem. Em entrevista ao LANCE!, o camisa 33, que por vezes se comporta como um atacante, explicou como é a parceria com o 9.

- Tiquinho é um jogador inteligente, e a gente se entende bem... O 9 é ele, eu jogo em função dele. Eu faço sempre o movimento contrário dele. Se ele vai no primeiro poste eu vou no segundo, tudo pra deixar ele a vontade pra poder nos ajudar mais ainda - analisou Eduardo.

Mesmo que as movimentações dentro de campo tenham uma conexão mais repetitiva com Tiquinho, Eduardo garante que todo o elenco está na mesma sinergia.

- O elenco é muito bom. Realmente temos uma família no clube, e isso é muito importante dentro do futebol. Todos trabalham em prol do grupo e do melhor para o clube - afirmou.

+ Botafogo vai criar base de observação na Argentina e tem lista de jogadores 'na mira'

- Estou super adaptado, foi muito rápido a adaptação, por estar no Brasil, ao lado da família, isso foi muito rápido. O futebol é igual no mundo todo, mas feliz pela adaptação ter sido rápida. Eu me dou super bem com todos os jogadores, mas tenho uma afinidade maior com o Marçal, Rafael e o Sampaio... É o pessoal da mesma idade que eu, tirando o Sampaio (risos) - completou.

A pressão por resultados começa dentro de casa para Eduardo. O meia é casado com Stephani, uma das filhas de Bebeto. O camisa 33 falou da relação com um dos heróis da Copa do Mundo de 1994.

- Eu e meu sogro estamos sempre juntos, não tem como não falar de futebol, né (risos). Ele sempre vai ao estádio torcer pela gente, é um cara que me ajuda muito em todos os sentidos - contou.

O meia é um dos destaques do Botafogo na temporada, mas será desfalque na partida contra o Goiás, às 21h45 desta quarta-feira, pela 28ª rodada do Brasileirão, porque terá que cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo.