Edson Silva, da CM, foi eleito Revelação do FIFA22

Edson, à esquerda, e Caio Fleischmann, no Mundial (Foto: Divulgação)


O atleta Edson Silva, da CM eSports, foi eleito pela FIFAe como revelação da temporada do FIFA22. A eleição foi realizada logo ao término do Mundial de FIFA, disputado na Dinamarca, e Edson ficou à frente de craques como o dinamarquês Vergang (dono do recorde de 600 vitórias seguidas na Weekend League) e do holandês Bachoore, que disputou os mundiais individual, eClubs e eNations.

Até 2021, a rotina de Edson era dividida entre a escola, o trabalho na padaria dos pais em Capão Redondo, bairro de São Paulo, e no hobby de jogar FIFA em casa com os amigos. O talento no jogo começou a chamar atenção quando Edson participou de torneios online realizados pelo Fifeiros do ABC, e obteve grande destaque.

Com apenas 15 anos e ainda sem poder disputar torneios oficiais, Edson se destacou nos campeonatos de FIFA realizados pela CM eSports, e despertou interesse do manager da equipe, Caio Fleischmann. Já no FIFA21, após Edson chegar no Top5 de um qualifier sul-americano no Console PS4, ele foi contratado pela CM.

No FIFA21, a classificação para o mundial (que acabou cancelado pelo COVID) não veio por uma derrota nos pênaltis para Paulo Neto no jogo decisivo. Já no FIFA22, Edson manteve a regularidade durante toda a temporada, terminando em 6º lugar no Ranking sul-americano e garantindo vaga para os Playoffs, em Londres, que era o torneio que dava vaga ao mundial, na Dinamarca.

No final de junho, em Londres, Edson teve uma campanha quase impecável. No primeiro dia, no formato suíço, venceu 4 jogos, incluindo craques como o brasileiro Paulo Neto e o australiano Dylan Campbell, e teve apenas uma derrota, para o italiano Dani Pitbull. Com isso, garantiu vaga no dia seguinte. No mata-mata, Edson venceu o inglês Ethxnh, da FutWiz, e o brasileiro Young, e assim carimbou a vaga para o Mundial da Dinamarca.

Em julho, em Copenhagen, Dinamarca, no Mundial individual Edson acabou caindo no “grupo da morte” com o holandês Bachoore, o argentino Matias Bonanno, o alemão Dullenmike, o americano DidyChris, o polonês Damie, o italiano Dani Pitbull e o japonês WebNasri. Ele ficou em 5º lugar e assim terminou o Mundial no Top20, o que garantiu o prêmio “Revelação da Temporada”, ou “Rookie of the Season”.

Edson, comentou o início da sua trajetória e as perspectivas para o futuro:

"Na temporada do FIFA21, eu me dei conta que poderia ser um pro player pelas minhas conquistas. Com o apoio da CM desde o início no FIFA22, mantive uma boa regularidade e cheguei até o Mundial, pena que não deu para chegar no mata-mata. No FIFA23, com muito mais experiência e de contrato renovado, eu espero chegar ainda mais longe."
No FIFA23, além do competitivo individual pela CM eSports, Edson vai fazer dupla com o experiente Flávio Fifilza, que foi atleta do Wolves, da Inglaterra, nas últimas 4 temporadas.