Lateral do Vasco é ameaçado com foto de arma e presta queixa; clube repudia

Edimar e seus familiares foram ameaçados nas redes sociais (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)


Em mais um caso lamentável de violência no futebol, o lateral-esquerdo Edimar, do Vasco, revelou que ele e sua família receberam ameaças pelas redes sociais. De acordo com o jogador, até mesmo fotos de armas foram enviadas como forma de ameaça. Em nota publicada nesta segunda-feira, o Cruz-Maltino e o atleta repudiaram os fatos e informaram que estão tomando medidas contra os responsáveis.

- Venho através desta nota lamentar e repudias as ameaças recorrentes sofridas pela minha família nas redes sociais, inclusive com fotos de armas. Antes de atleta, sou filho, marido e pai. E assim como qualquer pessoa, luto todos os dias para proteger e zelar por quem tanto amo - afirmou Edimar em nota publicada pelo Vasco, antes de completar:

- Reforço que tomaremos todas as medidas cabíveis para colaborar com o processo de investigação e que os autores destes atos criminosos respondam por suas ações.

+ Vasco se complica na disputa pelo acesso: veja as chances dos times após o fim da 29ª rodada da Série B

De acordo com o "GE", o jogador registrou um boletim de ocorrência, nesta segunda-feira, em uma delegacia do Recreio, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O Vasco também repudiou as ameaças e disse que está dando suporte a Edimar, além de ter encaminhado o caso para as autoridades competentes.

- O Vasco da Gama repudia veementemente as ameaças sofridas pelo lateral Edimar e seus familiares através das redes sociais nas últimas semanas. (...) O caso foi direcionado para o Departamento Jurídico e as autoridades competentes, que já iniciaram o processo de investigação criminal para a identificação dos responsáveis - publicou o clube.

Edimar tem sido um dos jogadores mais criticados pela torcida do Vasco nesta Série B. Atualmente, o Cruz-Maltino é o quarto colocado da competição, com 45 pontos, apenas um a mais que o Londrina.