Dupla Gómez e Murilo chega a 15 gols pelo Palmeiras na temporada

Confronto entre Atlético-MG e Palmeiras (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)


O Palmeiras teve um empate heroico diante do Atlético-MG, na última quarta-feira, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores. E a busca pelo resultado começou com um gol de Murilo, oportunista na grande área. A cena, porém, tem sido comum nesta temporada, já que ele e Gustavo Gómez estão em ano artilheiro e, juntos, têm 15 tentos em 2022, mostrando que suas virtudes vão além da defesa.

GALERIA
> Relembre a invencibilidade fora de casa do Palmeiras na Liberta

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

No caso de Murilo, ele havia feito um gol contra diante do Galo, que chegou a abrir 2 a 0 na partida. Mas ele acabou compensando a infelicidade e descontou o marcador aproveitando rebote de cobrança de falta de Scarpa, que atingiu o travessão. O tento coroou uma atuação bastante segura defensivamente na dura marcação de Hulk.

O camisa 26 chegou a sete gols nesta temporada, a sua primeira com a camisa do Verdão, e está apenas um atrás de seu companheiro de zaga, Gustavo Gómez, que já tem oito gols. Ou seja, a dupla soma 15 tentos em 2022. Um número bastante expressivo para quem atua nessa posição de defensor.

Além disso, somados a Luan, que marcou um gol até aqui, eles estão perto de estabelecer o ano com mais gols de zagueiros da história do Palmeiras. Com 16 gols, eles buscam as marcas de 1999 e de 2006, ambos com 18. Em 1999, foram dez gols de Júnior Baiano, cinco de Roque Júnior, dois de Cléber e um de Agnaldo. E em 2006 foram quatro de Daniel, três de Gamarra, três de Nen, enquanto Dininho, Douglas, Leonardo Silva e Thiago Gomes marcaram duas vezes cada.

Essa fase artilheira da dupla, além de decidir jogos como aconteceu no Mineirão, coloca ambos entre os maiores artilheiros do time na temporada. Murilo, por exemplo, está em uma lista enorme de quem balançou a rede sete vezes em 2022, com Rafael Navarro, Dudu, Danilo e Zé Rafael, todos ocupando a quinta posição geral. Já Gómez é o quarto no ranking, atrás de Gustavo Scarpa, Rony e Raphael Veiga.

Se pegarmos a porcentagem de gols de Gómez e Murilo em relação ao total marcado pelo Palmeiras no ano, teremos 15 tentos perante os 107 do time, o que significa pouco mais de 14%. O índice também chama a atenção novamente por não ser daqueles jogadores que têm a função de balançar a rede, mas mostra que a dupla é fortíssima também quando vai ao ataque para ajudar os colegas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos