Dorival segue estratégia no Flamengo e repetirá 'time do Brasileirão' no clássico contra o Botafogo


Desde que chegou ao Flamengo, Dorival Júnior tem utilizado a estratégia de dois times diferentes no Brasileirão e nas Copas (Libertadores e do Brasil). Com isso, o comandante rubro-negro irá manter a escalação alternativa no duelo contra o Botafogo, neste domingo, às 18h, no Nilton Santos.

Dessa forma, o meio de campo rubro-negro deve ser formado por Diego Ribas, atuando como primeiro volante, o jovem Victor Hugo, que tem se destacado e o chileno Arthuro Vidal. Na frente, Everton Cebolinha, Marinho e Lázaro devem formar o trio de ataque.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

Com essa escalação alternativa, o treinador fez o time da Gávea reagir na competição e sair de 14ª para ocupar a terceira colocação, atrás apenas de Fluminense e do líder Palmeiras. Outro fator determinante é o domínio do vestiário, sem qualquer problema de relacionamento ou reclamações.

Na próxima quarta-feira, o time voltará a campo para medir forças com o Vélez Sarsfield, às 21h30, no José Amalfitani. No duelo, a escalação principal estará em campo para tentar avançar à mais uma final de Libertadores na história do clube.

+ Dorival Júnior explica sua maior conquista pelo Flamengo até o momento: 'Sempre me incomodou'

A tendência é que a escalação do Flamengo diante do Botafogo seja: Santos, Matheuzinho, Fabricio Bruno, Pablo e Ayrton Lucas; Diego, Vidal e Victor Hugo; Everton Cebolinha, Marinho e Lázaro.