Dorival Júnior tem desafio a corrigir no Flamengo para melhorar a qualidade ofensiva do time

Dorival Júnior é o técnico do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)


Após 11 rodadas, o Flamengo tem - ao lado de Athletico e América - o quarto pior ataque do Brasileirão, com 11 gols marcados. Os números, portanto, evidenciam que o time passa por problemas no setor ofensivo. Nesse sentido, um dos pontos que ajuda a explicar a baixa eficácia no ataque é o próprio posicionamento dos jogadores em campo.

> Comissão diz que lance envolvendo Gabi deveria ter sido revisado

De acordo dados do site "FootStats", o Fla tem, empatado com outros times, a terceira maior marca de impedimentos da competição. Até aqui, o time já soma 23 - o que representa uma média superior a dois por partida.

Assim, fica claro que 23 jogadas ofensivas foram interrompidas pelo mau posicionamento dos atletas dentro de campo. Inclusive, os quem lideram o Flamengo na estatística negativa são justamente os jogadores de frente: Gabi (oito); Bruno Henrique (seis); Arrascaeta (dois); Pedro (dois).

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

Um exemplo que mostra como o fato atrapalha a equipe ficou claro no jogo contra o Botafogo. Contabilizando o polêmico lance de Gabigol, o Flamengo teve oito impedimentos na partida - logo, oito jogadas ofensivas foram interrompidas por causa de posicionamento irregular.

Logo, este é um dos pontos que o recém-chegado técnico Dorival Júnior terá que corrigir no time para a sequência da temporada. Nesta terça-feira, o treinador comandará apenas o seu segundo treino no Flamengo.

Em tempo: o Rubro-Negro se prepara para enfrentar o Cuiabá no Maracanã, nesta quarta-feira, às 20h30. A partida é válida pela 12ª rodada do Brasileirão e terá transmissão em tempo real do LANCE!.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos