Dorival Júnior lamenta derrota do Flamengo e destaca: 'Jogo muito equilibrado em todos os aspectos'

Dorival Júnior analisou a derrota do Flamengo para o Corinthians (Foto: Alex Silva)


O técnico Dorival Júnior lamentou a derrota do Flamengo para o Corinthians por 1 a 0 na Neo Química Arena, na tarde deste domingo, em partida válida pela 16ª rodada do Brasileirão. Durante a coletiva, o treinador do Rubro-Negro analisou o confronto e viu um jogo "muito equilibrado em todos os sentidos".

> ATUAÇÕES: Rodinei faz contra e leva a menor nota do Flamengo

- Acho que foi um jogo muito disputado no meio-campo. Um jogo em que as defesas acabaram prevalecendo sobre os ataques. Mesmo assim, o Corinthians foi feliz, acabou abrindo e sustentando o placar, mas não deixamos de procurar o gol. Não deixamos de atacar, não abrimos mão da nossa forma de jogar. Senti a equipe muito confiante de que, a qualquer momento, poderia também chegar ao gol de empate.

- Até porque, na minha opinião e respeitando aquilo que foi o resultado, não merecíamos estar perdendo no momento. Acho que foram poucas as situações criadas pelas duas equipes. Mas um jogo movimentado, um jogo ativo, em que nós, assim como o Corinthians, procuramos o gol a todo o momento. Procuramos chegar na última linha adversária. Uma pena que não tenhamos tido a possibilidade, até porque acho que foi um jogo muito equilibrado em todos os aspectos.

Agora, o Flamengo vira a chave para a Copa do Brasil. O Rubro-Negro volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30, para enfrentar o Atlético-MG no Maracanã. A partida é válida pelo jogo da volta das oitavas de final da competição e terá transmissão em tempo real do LANCE!.

Veja mais declarações de Dorival:

PERDA DE VERTICALIDADE COM AS SAÍDAS DE ANDREAS E ARÃO
- Acho que é uma pontuação interessante. Estamos tentando mudar um pouco essa característica, justamente acelerando a troca de passe. É natural que, em alguns momentos, nós tenhamos um jogo um pouco mais moroso nessa transição, mas, na maioria das vezes, nós temos conseguido fazer com que a bola chegue com velocidade aos nossos meias. Tudo é questão do último movimento, movimento de ataque à última linha adversária. Movimento em que você cria os espaços para que possa estar recebendo uma bola em profundidade. Acho que isso nós tivemos no último jogo e em quantidade. Muitas foram as vezes que nós chegamos ao gol adversário.

- Hoje, um pouquinho mais de dificuldades. Jogamos com dois garotos que estão praticamente iniciando um novo momento, uma nova etapa - e por sinal foram muito bem. Agora, é questão de tempo, uma readaptação para que encontremos. Até porque era um meio-campo que vinha jogando, vinha atuando, já se conhecia há muito tempo. Arão e Andreas jogando aí muitas partidas ao longo do ano e com ótimo rendimento. Questão, agora, é buscarmos soluções. Acho que, a partir do instante que você não conte mais com os jogadores, nós temos que tentar trabalhar com os que aqui estão para que voltemos a ter esse dinamismo que a equipe sempre apresentou.

EQUIPE COM MAIS GOLS CONTRA NO BRASILEIRÃO 2022
- Isso é casualidade. Uma jogada fortuita, uma jogada que o Fabrício fez o desvio, o Rodinei já tinha cravado o corpo no chão. A bola bate e ele fica praticamente sem ação de defesa ou uma reação possível para que pudesse estar tirando a bola da área. São situações do jogo, da partida e pode acontecer com qualquer um. Corinthians foi feliz hoje. Tiveram méritos para construir uma jogada como essa, e uma infelicidade da nossa parte.

JOGO DE DETALHES NA LIBERTADORES
- Acho que não tivemos uma equipe que prevaleceu sobre a outra. Ao contrario, um jogo muito disputado. Interessante que as duas equipes não deixaram de buscar o gol. Acho que esse é um fator importante, procuramos criar a todo o momento, procuramos infiltrar em cima da defesa do Corinthians, assim como o Corinthians também buscou. Mas o jogo foi resolvido, talvez, na briga de meio-campo e nos momentos em que as defesas prevaleceram sobre os ataques. De repente, possamos ter outro tipo de jogo a partir de então. Serão mais dois confrontos decisivos.

- Detalhes fazem a diferença. Hoje, o Corinthians foi muito feliz nesse detalhe. Não tira os méritos, mas era um gol evitável pela forma em que a bola vinha se apresentando. Temos que ter calma e tranquilidade. O importante é que, mesmo a equipe bem alterada, ela teve conteúdo, demonstrou qualidades, respeitou tudo aquilo que foi solicitado. Tivemos um padrão ao longo dos 90 minutos. Não nos desequilibramos por causa do gol, continuamos tentar a atacar de uma maneira organizada. Acho que esse é o caminho. Com 32/33 dias de trabalho, fico muito satisfeito com o que estou vendo. Naturalmente, não com o resultado em si porque, talvez, tenhamos merecido um resultado um pouco melhor, mas futebol é isso. Nós temos que estar focados já no jogo seguinte e tentarmos corrigir tudo aquilo que foi apresentado, melhorando aquilo que nós alcançamos até esse instante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos