Djokovic vira contra Kyrgios, é hepta em Wimbledon e ergue o 21º Slam

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Novak Djokovic, número três do mundo, manteve a escrita em Wimbledon e, neste domingo, levantou seu sétimo troféu no torneio ao derrotar o australiano Nick Kyrgios, 40º colocado, por 3 sets a 1 com parciais de 4/6, 6/3, 6/4, e 7/6 (7/3). A decisão levou três horas de duração na lotada quadra central do All England Club.

Nole ergue seu primeiro Major da temporada conturbada onde não pode jogar o Australian Open pela vacina e caiu nas quartas de Roland Garros. Provavelmente será o único do ano, uma vez que até o momento está impedido de entrar nos Estados Unidos pelo mesmo motivo.

+ Nº 1 do mundo, Medvedev rejeita final de Wimbledon e acompanha a Fórmula 1

Djokovic agora soma 28 vitórias seguidas no torneio mais tradicional do tênis que conquistou em 2011, 2014, 2015, 2018, 2019, 2021 e 2022. Este é seu 21º título de Grand Slam, ficando a apenas uma conquista dos 22 de Rafael Nadal e passando Roger Federer que fica em terceiro com 20 canecos. Nole soma nove conquistas do Australian Open, sete em Londres, duas em Roland Garros e três do US Open. É a segunda conquista no ano para o natural de Belgrado e sua 88ª na carreira.

Kyrgios alcançou sua primeira final de Grand Slam onde tinha em 2015 e 2014 seus melhores resultados com quartas de final no Australian Open e em Wimbledon respectivamente.

Novak Djokovic
Novak Djokovic

Djokovic chegou ao 7º título em Wimbledon (Foto: AFP)


+ Russa Rybakina vira e ergue o título de Wimbledon

A decisão
Kyrgios esteve muito bem no saque e no fundo no primeiro set. Só perdeu cinco pontos no serviço e quebrou no quinto game, abrindo 4/2 e fechando após game mais duro por 6/4 em 31 minutos.

No segundo set, o sérvio já achava melhor as devoluções, conseguiu a quebra no quarto game com dois winners, abriu 4 a 1 e fechou após Kyrgios desperdiçar chances para devolver a quebra no último. Ele fez 6/3 e Kyrgios reclamou consigo mesmo. Foram apenas quatro erros de Nole na parcial. Na terceira parcial, o australiano conseguiu segurar o saque evitando quebra no primeiro game. Djokovic estava mais firme e focado no fundo e dava trabalho. Kyrgios perdeu um 0/40 na metade da parcial e ao todo quatro chances de quebra. Djokovic aproveitou uma chance no nono game e fechou por 6/4. Kyrgios teve 40 a 0 no game.

Os saques foram mantidos por todo o quarto set com nenhuma chance para as devoluções. No tie-break o australiano começou com dupla-falta e errou seguidamente deixando o sérvio confortável para fechar o jogo por 7/6 (7/3) e vibrar com mais um título.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos