Djokovic pode ser autorizado a jogar o Australian Open de 2023

Foto: AFP
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


De acordo com reportagem do jornal britânico Daily Mail, Novak Djokovic deve jogar no Aberto da Austrália em janeiro, com a crescente probabilidade de que sua proibição de três anos de entrar no país seja anulada.

O campeão de Wimbledon está impedido de entrar nos Estados Unidos para o US Open no próximo mês devido a regulamentos que impedem a chegada de visitantes não vacinados.

No entanto, os chefes do tênis australiano estão confiantes de que ele poderá retomar sua busca por Grand Slams em Melbourne.

A razão é que se espera que o novo primeiro-ministro, Anthony Albanese, tenha uma visão mais simpática do caso Djokovic do que seus antecessores. Albanese é um grande amante do tênis que pratica o esporte várias vezes por semana.

O Sportsmail entende que não quer que o Aberto da Austrália seja diluído pela ausência do seu recordista com nove títulos.

O primeiro-ministro tem um diálogo estreito com a Tennis Australia – muito mais próximo do que o governo anterior – e pretende rescindir a proibição de três anos após o incidente internacional que se desenrolou este ano.

Os chefes do tênis australiano estão confiantes de que o campeão de Wimbledon poderá retomar sua busca pelo Grand Slam em Melbourne, com sua proibição de três anos de entrar
A Tennis Australia disse que o assunto não é uma decisão deles, mas espera-se que o resultado seja que Djokovic jogue, na esperança de potencialmente igualar os 22 títulos de Grand Slam de Rafael Nadal.

O sérvio não pode jogar novamente até depois do US Open, quando ainda mais danos serão causados ​​ao seu ranking.

Nole vem do título de Wimbledon ficando a uma conquista de igualar Rafael Nadal. Até o momento ele está impedido de jogar no US Open.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos