Dirigente do Sevilla dá detalhes do 'chapéu' do Barcelona sobre o Chelsea pela contratação de Koundé

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jules Koundé deixou o Sevilla e irá jogar pelo Barcelona (Foto: JOSE JORDAN / AFP)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Monchi, diretor esportivo do Sevilla, explicou a transferência de Jules Koundé para o Barcelona. Em coletiva de imprensa, o espanhol afirmou que o Chelsea tinha vantagem na negociação, mas que os culés entraram no meio da operação e tinham mais convicção na chegada do jovem francês.

- Na quinta-feira (passada) chegamos a um acordo verbal com o Chelsea e o jogador também, mas no fim de semana tudo parou. Mateo Alemany entrou em contato comigo na segunda-feira. Depois de trabalhar sobre valores, chegamos a um acordo, concretizando a venda mais importante da história do clube.

O dirigente explicou que o clube inglês duvidou da forma como iria encarar o mercado por um atleta de defesa. Dessa forma, os culés viram uma brecha e se aproveitaram da indecisão dos Blues para tomar as rédeas.

- Havia vários pretendentes no início do verão, mas apenas Chelsea e Barcelona permaneceram no final. Como o futebol não deixa de surpreender, o Chelsea começou a duvidar não do jogador, mas da forma de enfrentar o mercado em posições defensivas. A oferta era boa, mas decidiram parar.

Com Koundé, o Barcelona consegue a contratação de um nome importante para a zaga do clube. Nesta janela, a equipe catalã já anunciou as chegas de Kessié, Christensen, Raphinha e Lewandowski para a nova temporada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos