Dirigente do Flamengo volta a disparar contra Benja após comentários sobre o clube

Discussão já vem se arrastando há alguns dias (Foto: Reprodução/SBT/Paula Reis/Flamengo)


Benjamin Back, apresentador do "Arena SBT", e Rodrigo Dunshee, dirigente do Flamengo, voltaram a trocar farpas nas redes sociais nesta segunda-feira. O bate-boca se iniciou após o jornalista provocar um torcedor ao ironizar a permanência do Rubro-Negro na Série A em 2013.

+ Times brasileiros definidos! Saiba os clubes que já têm vaga na Libertadores 2023

A longa discussão, que já vem se arrastando desde a última sexta-feira, continua movimentando a rede social. Desta vez, Dunshee se mostrou bastante irritado com o jornalista e exigiu que Benja "deixe o Flamengo de lado" nas suas análises opinativas.

- Se você acha que vou deixar uma pessoa parcial como você difamar o Flamengo, então você não me conhece. Estou pouco me importando com a sua opinião marrom sobre a minha pessoa. Ainda bem que você recuou em relação ao Fla. Vai fazendo suas gracinhas, mas é bom deixar o Flamengo de fora - disparou

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

+ Jornalista troca farpas com dirigente do Flamengo: 'Chegou o fazedor de média'

As falas do dirigente foram em resposta à um comentário do jornalista ironizando a sua função dentro do Rubro-Negro.

- Continue a fazer sua média no Twitter, faça ai sua campanha para ser presidente do Flamengo em 2024! Imagina só: depois de Bandeira de Mello e Landim, vir você? O Flamengo não merece - escreveu Benja.

+ Flamengo inicia semana com prioridades e expectativas por definições

ENTENDA A POLÊMICA

A treta se iniciou depois que Benja rebateu um torcedor ao mencionar de forma irônica o Campeonato Brasileiro de 2013, onde, segundo o apresentador, o Rubro-Negro deveria ter sido rebaixado no lugar da Portuguesa.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Campeã da Série B em 2011, a Lusa permaneceu na primeira divisão até 2013, quando foi rebaixada após a escalação irregular do meia Héverton. A atuação irregular resultou em perda de quatro pontos e no consequente rebaixamento do clube para a Série B em 2014, após um longo processo no tribunal.

Desde então, o clube começou um declínio em sua história. Na época, muitos torcedores apontaram um favorecimento à Fluminense e Flamengo no resultado da decisão do STJD.