Dirigente banca Roger Machado no Grêmio apesar de pressão após resultados ruins

A panela de pressão no Grêmio está no fogo. Após a derrota para o Criciúma fora de casa, o Tricolor chegou a quatro jogos sem vencer na Série B e vê os rivais se aproximarem na classificação.

O principal alvo da crise é o técnico Roger Machado, que tem a sua saída pedida pelo torcedor. O grande desejo da arquibancada é a volta de Renato Gaúcho ao banco de reservas.

Em meio aos protestos nos jogos e redes sociais, Roger Machado ganhou um voto de confiança público da diretoria, mais precisamente do vice-presidente de futebol, Denis Abrahão.

- Sim, sem dúvida (permanência de Roger), estamos atentos a tudo que tá acontecendo, uma autocrítica, um momento ruim. Não vamos procurar resultados que não sejam aquilo que acontece em campo. Temos que ter inteligência de administrar momentos de crise. O momento é delicado, mas felizmente só depende de nós. Quando depender de terceiros, fica ruim. Como tínhamos gordura, está indo - afirmou o dirigente na coletiva de imprensa.