Diretor ressalta trabalho, mas lamenta momento ruim do Atlético-MG: 'É pouco'

Dirigente prometeu melhora ainda no Brasileirão e saiu em defesa do técnico Cuca - (Foto: Divulgação/Atlético-MG)


Após nova derrota do Atlético-MG, o Diretor de Futebol do clube, Rodrigo Caetano, falou à imprensa, em entrevista coletiva. O dirigente lamentou o momento ruim da equipe, que somou apenas duas vitórias nos últimos dez jogos.

Atual campeão brasileiro e da Copa do Brasil, o torcedor atleticano criou uma expectativa, que, entretanto, não foi atendida nesta temporada. Agora, o Galo briga por uma vaga direta à Fase de Grupos da Libertadores, feito que, segundo o dirigente, ainda é pouco para a realidade atleticana.

- É pouco. É pouco pelo investimento que temos, é pouco pelas condições que nos são dadas, é pouco pela torcida que temos, é pouco pelo que o elenco e a comissão técnica já conquistou. É muito pouco. (...) É dizer para o nosso torcedor que nós vamos trabalhar muito mais, além do que estamos fazendo - declarou Rodrigo Caetano.

Em outro momento, o dirigente de futebol do Atlético-MG ressaltou que o planejamento para a próxima temporada já está sendo feito. Inclusive, Caetano revelou que a vontade da diretoria alvinegra é contar com o técnico Cuca, que deve ser importante para esse processo.

- Quando o Cuca veio, ele veio para este período (até novembro), mas já fazendo uma projeção futura de permanência. Não era nem para ele (Cuca) ter saído, né? Então, nesse momento, porquê nós íamos pensar em descontinuidade? - complementou.

Com apenas 33% de aproveitamento desde que voltou ao Atlético-MG, Cuca é o técnico mais vencedor da história alvinegra, e tem a chance de se recuperar contra o Palmeiras, no próximo dia 28 de setembro.