Diretor que tirou Olímpiadas da Globo vira consultor de streaming que vai transmitir a Libertadores

Libertadores será transmitido por ESPN e Paramount no streaming (DIVULGAÇÃO/CONMEBOL)


O jornalista Eduardo Zebini está exercendo a função de consultor da Paramount, streaming que venceu uma das concorrências para transmitir a Libertadores nos próximos três anos. A informação foi publicada pelo 'Notícias da TV'.

+ Cristiano Ronaldo na mira de gigante inglês, Flamengo anuncia saída de atacante… o Dia do Mercado!

Zebini foi chefe de esportes da RecordTV em um período de grande investimentos da emissora de Edir Macedo. Em 2007, o canal chegou a tirar os Jogos Olímpicos de 2012 da Globo e transmitir o maior evento multiesportivo do mundo com exclusividade.

Depois de deixar a Record, Zebini também atuou na liderança dos canais Fox Sports, que encerraram as atividades em 2022, após fusão com a ESPN. Seu último trabalho foi na CBF, onde exerceu a função de secretário-geral.

+ Paramount traça objetivo ousado para Libertadores

O jornalista deve assumir o cargo de chefia das operações assim que as questões operacionais estiverem definidas. Entre as funções dele como consultor estão explicar a complexidade do mercado brasileiro e indicar nomes para atuar nas transmissões e nos bastidores.

Dona dos canais MTV e Nicklodeon, a Paramount exibirá 80 partidas por ano com a Libertadores e Sul-Americana. Além do Brasil, a empresa também vai transmitir os jogos das competições na Argentina e Chile, através da Telefé e Chilevision, respectivamente.

A proposta da Paramount superou as de Amazon e Globo em canais pagos, ficando atrás apenas da Disney, que tem algumas prioridades na TV fechada e no Streaming, como transmitir as finais ao vivo - a Paramount poderá mostrar apenas reprises. Na TV aberta, a Globo conseguiu os direitos da Libertadores até 2026, enquanto a Sul-Americana ficará à cargo do SBT.