Diretor-executivo do São Paulo fala sobre necessidade de 'recuperar protagonismo' do clube

Rui Costa falou sobre experiências passadas em gestões esportivas (Foto: Divulgação)


O diretor-executivo do São Paulo, Rui Costa, participou de um debate na Brasil Futebol Expo 2022 sobre gestão esportiva. Na palestra, o dirigente ressaltou a importância do planejamento estratégico para gerir as equipes na função que ocupa.

Galeria
> Lembre nove vezes que o São Paulo faturou alto com mecanismo de solidariedade da Fifa

Tabela
> Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

A conversa contou com a participação de Felipe Ximenes, gestor com passagens por diversos clubes brasileiros, Cícero Souza, gerente de futebol do Palmeiras, e Bruno Spindel, executivo do Flamengo.

Para Rui, é essencial que além dos recursos necessários para a implantação de um negócio dentro do time, é preciso ter como foco os principiais objetivos a serem alcançados.

O atual diretor-executivo são-paulino iniciou a carreira no Grêmio, em 2013, e participou na montagem do elenco que conquistou a Copa do Brasil de 2016 e a Libertadores, no ano seguinte. Também esteve presente na reconstrução da Chapecoense, após o acidente. Além disso, contou com passagens pelo Athletico-PR e pelo Atlético-MG.

- Na indústria do futebol, não adianta participar de um projeto se não sei onde quero chegar. Mesmo que haja muitos recursos e condições favoráveis para implantação de um planejamento, é necessário ter em mente exatamente o que preciso e desejo, seja em um clube de primeira ou segunda divisão, se não o fracasso é quase uma obviedade - afirmou o dirigente.

Com sua experiência em diversos clubes, Rui Costa também ressaltou ser importante reconhecer a cultura da equipe e com o que está lidando quando o assunto é gestão esportiva.

- Eu tive a oportunidade profissional de trabalhar em clubes completamente distintos. Aprendi que é fundamental compreender onde você está, com quem está lidando, qual cultura está integrando e de que forma você vai rapidamente pertencer a esse processo - destacou.

- Há uma série de variáveis que faz com que você se volte para dentro. Cada vez mais nós temos que dimensionar claramente que precisamos olhar as coisas de forma muito ampla e não de forma específica - completou.

No São Paulo, atua como diretor-executivo há quase dois anos. Desde quando assumiu o cargo, esteve presente na conquista de um título - no caso, o Campeonato Paulista de 2021. Este, por sua vez, rompeu um jejum sem conquistas que era mantido há mais de oito anos.

O dirigente destacou que um dos principais focos da sua gestão é recuperar o protagonismo do clube. Conforme as suas palavras, as finais recentes e as classificações para as semifinais da Copa Sul-Americana e Copa do Brasil já é um caminho para este objetivo.

Porém, Rui Costa também afirmou ser essencial ter um planejamento estratégico pensando nestes pontos.

- O título paulista tem peso para o São Paulo. Chegamos em duas finais, perdemos uma e ganhamos outra. Chegar às semifinais (Copa do Brasil e Sul-Americana) também era um dos objetivos para a retomada do protagonismo. O que temos hoje é algo a ser comemorado Mas é importante que a gente consiga construir essa retomada de planejamento vitorioso e estratégico - concluiu.