Diretor da Red Bull descarta aquisição da equipe pela Porsche

O diretor da Red Bull, Christian Horner, conversa com o piloto Max Verstappen durante os treinos para o GP da Holanda de Fórmula 1.REUTERS/Yves Herman

Por Alan Baldwin

(Reuters) - O diretor da Red Bull, Christian Horner, descartou nesta sexta-feira aquisição da equipe pela Porsche, e disse que qualquer parceria teria que acontecer de acordo com os termos propostos pela equipe de Fórmula 1.

Informações reportadas na imprensa sugeriram que as negociações de longa data entre as duas partes estavam paralisadas por causa de uma diferença entre quanto controle a marca - que é de propriedade da Volkswagen- queria e o que a Red Bull estava preparada a oferecer.

Horner disse à emissora Sky Sports antes do GP da Holanda que não havia muito a relatar, mas que "qualquer relacionamento com qualquer fabricante ou parceiro teria que se adequar à Red Bull."

"A Red Bull sempre foi uma equipe independente. Tem sido um dos nossos pontos fortes, tem sido a espinha dorsal do que conquistamos e nossa capacidade de avançar rapidamente", acrescentou.

"Faz parte do nosso DNA, de quem somos, não somos uma organização operada de forma corporativa. Esse é um dos nossos pontos fortes, na forma como operamos como equipe de corrida, e é um pré-requisito absoluto para o futuro", disse Horner.

"Eles (Porsche) precisam decidir se querem se juntar a esse grupo ou não, mas teriam que estar dentro da cultura, da maneira como corremos".

((Tradução Redação São Paulo)) REUTERS PB