Diniz volta à semi da Copa do Brasil e aposta na experiência para alcançar final com o Fluminense


Depois de um empate no jogo de ida, Corinthians e Fluminense se enfrentam, às 20h desta quinta-feira, por uma vaga na decisão da Copa do Brasil. A partida terá um sabor especial para Fernando Diniz, que retorna a esta fase do torneio após dois anos e aposta na experiência para alcançar sua primeira final.

+ Com mistério no meio-campo, Fluminense segue preparação para encarar o Corinthians; veja imagens

A primeira participação de Diniz em uma semifinal de Copa do Brasil foi em 2020, quando ainda comandava o São Paulo. Naquela edição, o clube paulista chegou a esta fase do torneio após eliminar Fortaleza e Flamengo nas oitavas e quartas de final, respectivamente.
AdChoicesPUBLICIDADE
Diniz estava há mais de um ano no São Paulo e conseguiu dar nova cara ao time. Com muitos jovens no elenco, ele implementou seu estilo de jogo e o futebol do clube paulista chegou a ser citado como um dos melhores do país. Na época, a equipe ainda liderava a tabela do Campeonato Brasileiro.

No entanto, nada disso foi suficiente para passar pelo Grêmio, de Renato Gaúcho. No jogo de ida, em Porto Alegre, o São Paulo foi derrotado por 1 a 0. No duelo da volta, no Morumbi, um empate em 0 a 0 sacramentou a eliminação de Diniz, que acabou sendo expulso por reclamação com a arbitragem.

+ Cano se aproxima de trio histórico e busca recorde de artilharia do Fluminense no século

São Paulo x Grêmio - reclamação ao fim do jogo
São Paulo x Grêmio - reclamação ao fim do jogo

Diniz foi expulso na semi da Copa do Brasil 2020 (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

Diniz aposta na experiência para chegar à final

Essa eliminação pode servir como aprendizado para Diniz não repetir o roteiro com o Fluminense. Assim como fez com o São Paulo em 2020, o treinador conseguiu dar nova cara ao Fluminense, inclusive sendo citado como um dos times mais vistosos do futebol brasileiro.

Para alcançar à final e disputar o título da Copa do Brasil, no entanto, é preciso mais do que apenas um bom futebol. O fracasso em 2020 deixou claro a dificuldade de Diniz, na época, de jogar contra times mais cascudos e que sabem anular o estilo de jogo do treinador.

+ Por quarta final na história, Fluminense coloca à prova duas marcas na Copa do Brasil

Nos últimos dois anos, Diniz acumulou novos trabalhos, passou por mais momentos de adversidade e se tornou um profissional mais experiente. Esse experiência será crucial para uma possível classificação tricolor nesta quinta-feira, na Neo Química Arena.

O Fluminense empatou o jogo de ida em 2 a 2, no Maracanã, e precisa de uma vitória simples em Itaquera para avançar no tempo regulamentar. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis. O LANCE! acompanha a partida em Tempo Real.