Diego Gonçalves é o último remanescente do ataque do Botafogo campeão da Série B


O time do Botafogo campeão da Série B do Brasileirão vai, aos poucos, ficando no passado. Com a saída de Chay, com situação encaminhada para defender o Bahia, Diego Gonçalves é o único remanescente do sistema ofensivo da equipe que subiu para a elite do futebol brasileiro em 2021.

+ Botafogo quer uruguaio e Chay de despedida: saiba contratações, saídas e sondagens do clube no mercado

O camisa 11 segue no Glorioso e vinha tendo certo espaço com Luís Castro antes de se lesionar duas vezes seguidas. Diego tem 13 partidas sob o comando do treinador português e dois gols marcados no período.

A equipe que conquistou o acesso, contudo, vai ficando apenas na lembrança. Antes de Chay, Marco Antônio, Rafael Navarro e Warley, três figuras importantes na campanha, haviam deixado o clube. O trio sequer iniciou a atual temporada com o Glorioso.

+ Botafogo chega junto com o Santos e faz sondagem por Brian Rodríguez; LAFC pede mais de R$ 40 milhões

Ronald, que conviveu com lesões e não entregou o esperado em 2021, foi emprestado ao Novorizontino após a disputa do Estadual. Rafael Moura, com apenas um gol marcado, não teve o contrato renovado e anunciou a aposentadoria dos gramados meses depois.

Matheus Nascimento, que está no elenco atualmente, teoricamente participou da campanha da Série B, mas não teve uma presença efetiva - foram apenas três jogos no Campeonato Brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos