Diego Alves abre o jogo sobre saída do Flamengo e afirma: 'Não tem tristeza'


O Flamengo venceu o Vélez por 2 a 1 e, com placar elástico no agregado, conquistou vaga para a final da Libertadores. Após a partida, ainda no Maracanã, Diego Alves falou sobre o fim do contrato e afirmou que ainda está focado no Rubro-Negro.

Já com 37 anos, Diego fez história no Flamengo, mas, atualmente, não é mais o titular. Com apenas seis jogos na temporada, o goleiro deve deixar o Mais Querido ao fim de seu contrato, em dezembro deste ano. Mesmo assim, ele confirmou que está curtindo o momento e que deseja conquistar mais títulos antes de sair.

+ Braz valoriza Dorival e cobra foco do Flamengo no Brasileiro: 'Ninguém deixou de acreditar'

- Eu estou vivendo o momento. Nunca falei de renovação com o Flamengo depois desse ano, minha conversa com o Marcos (Braz) sempre foi direta. A gente sabe dos caminhos que toma, tenho 37 anos hoje, não sou mais um garoto. Chega um momento que a gente tem que ser grato, não pode ser egoista na situação - disse, antes de completar:

- Vou desfrutar o máximo com os jogadores, porque é difícil você encontrar um grupo assim, jogadores de tanta qualidade. Já tive títulos em campo, mas agora podemos coroar comigo em outra função. Me deixa feliz da mesma maneira, porque o clube precisa de jogadores nessa função - analisou o goleiro.

+ Valor milionário! Saiba quanto o Flamengo já garantiu em prêmios na Libertadores 2022

Diego Alves também comentou sobre a questão da lesão no púbis, sofrida em julho. Recuperado, o goleiro sabe da nova função que exerce no elenco do Flamengo e, inclusive, elogiou o titular. Para o camisa 1, Santos é o melhor do Brasil na temporada.

- Estou feliz em fazer parte desse grupo, não existe infelicidade em fazer parte do maior time da América, em sua terceira final de Libertadores? Não tem tristeza. É verdade que tive uma lesão, a do púbis, que me incomodou bastante durante muito tempo. Agora estou completamente recuperado. Independente de jogar ou não, o Santos está vivendo grande fase, talvez seja o melhor da posição no Brasil. Meu contrato está acabando no fim do ano, agora é curtir, mas sempre trabalhando bastante, está no nosso sangue - finalizou.

Diego Alves - Atlético-MG x Flamengo
Diego Alves - Atlético-MG x Flamengo

Diego foi titular em apenas seis partidas pelo Flamengo na temporada (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O goleiro segue à disposição de Dorival Júnior e tem tudo para ser relacionado para o próximo compromisso do Flamengo, que será contra o Goiás. O Rubro-Negro enfrenta o Esmeraldino neste domingo, às 19h (de Brasília), na Serrinha, em jogo válido pelo Brasileirão.

+ Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

VEJA OUTROS PONTOS DA ENTREVISTA:

Dificuldade de ser manter no topo
- Eu acho que está mais que comprovado a dificuldade de disputar títulos ano após ano. Aconteceu agora com o Atlético-MG, eles vieram de títulos, e o Flamengo já vem de quatro anos disputando. O aprendizado que eu levo é que o trabalho, comprometimento, o caráter que tem esse grupo. Em nenhum momento existiu inimizade, grupo partido, panela, tudo isso veio para prejudicar o grupo. Quando estávamos perdendo era “Panela 85”, hoje o mesmo grupo está aqui. A gente nunca perdeu o caráter, independente do que os outros falam. A chegada do Dorival fez muito bem ao time. Você tratando com verdade, está sempre no caminho certo.

Interesse de outros clubes
- Eu não estou pensando em 2023, estou pensando nessa. Meu pensamento é no agora, não penso nisso. A gente fica muito feliz com tudo que está acontecendo esse ano. A felicidade dos meus companheiros é a minha. Espero fechar essa temporada com chave de ouro. Tenho contrato com o Flamengo até dezembro, eu não sei nem que rumo vai tomar a minha vida. É lógico que existe interesse, mas existe minha decisão também. Respeito muito o Flamengo e vou continuar respeitando até o último dia do meu contrato.

Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro
​- Agora a gente tem tempo para focar nas outras competições. O primeiro objetivo foi cumprido, agora temos a copa do Brasil e o estamos vivos no Brasileirão. Aqui no Flamengo perder não serve, então vamos buscar os títulos para mantermos esse momento muito especial.