Dia do torcedor do Botafogo: clube celebra data especial e aniversário do ídolo Zagallo nas redes sociais


O dia 9 de agosto é emblemático para o futebol brasileiro e cercado de histórias emocionantes que marcaram gerações. Ela reserva mais um aniversário do maior vencedor com a camisa amarelinha: o Velho Lobo Zagallo, que completa 91 anos. Em homenagem ao ídolo, ficou também instituída também que a data, desde 2014, se tornaria o 'dia do botafoguense'.

+ Ao L!, Eduardo Paes diz que está aberto aos planos do Botafogo de modernização do Nilton Santos

O futebol é muito mais que um simples esporte, é um bem cultural que move paixões e desperta diferentes sentimentos. O torcedor é um ser apaixonado por natureza, e o botafoguense não é diferente. Com muita superstição, ídolos inesquecíveis, momentos de glórias e decepção, os escolhidos pela estrela solitária jamais abandonam e tem o clube como o maior amor do mundo.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro


Ao longo da história do futebol brasileiro, a camisa alvinegra foi defendida por nomes mágicos. Garrincha, Nilton Santos, Didi, Jairzinho, Amarildo, Gerson, Quarentinha, entre outros. São tantos nomes e conquistas que alçaram o clube de General Severiano ao patamar de um dos maiores do Brasil.

A história do Glorioso se confunde com a da Seleção Brasileira, algo que orgulha o torcedor. Com isso, os cariocas seguem como o clube que mais cedeu atletas ao Brasil em Copas do Mundo. De Pamplona em 1930, no Uruguai, ao ídolo Jefferson, em 2014 - 47 atletas encheram o peito do torcedor de alegria. Uma constelação que ajudou o Brasil a estampar cinco estrelas em seu peito.

Entre eles, está o Mário Jorge Lobo Zagallo, que conquistou inúmeros títulos com a camisa alvinegra. De 58 a 65, o ex-ponta esquerda ergueu o troféu em 18 oportunidades, com conquistas dentro e fora do país. Esteve presente no bicampeonato carioca de 61 e 62 em um time estrelado. Anos depois, já como treinador, conquistou mais dois cariocas (67 e 68) e a Taça Brasil (68) - primeiro Brasileiro do clube.

Depois de anos de muita luta e distante do protagonismo merecido, o Botafogo segue vivo, resiste, persiste com a força de uma torcida que jamais deixa o fogo do peito se apagar. E a esperança voltou a brilhar no horizonte com a nova realidade do futebol brasileiro - e com o alvinegro sendo um dos pioneiros neste sentido.

A transformação em SAF e a chegada de John Textor enche o torcedor de expectativa por um futuro glorioso. A reconstrução acontece aos poucos, com pequenas transformações a cada dia. Desse modo, são apenas quatro meses de Sociedade Anônima, porém esta nova fase promete novas conquistas e um clube mais forte e estruturado como o torcedor merece.

O clube carioca utilizou a sua rede social para celebrar a data e também homenagear o ídolo Zagallo. Vale lembrar que a Alerj sancionou o dia do botafoguense em 2014, sendo publicada pelo então governador Luiz Fernando Pezão.

+ Botafogo entra na última semana de janela com negociações arrastadas e lacunas no elenco

- DIA DO BOTAFOGUENSE! Em homenagem ao aniversário do ídolo Zagallo, o 9 de agosto também é o dia de todos os escolhidos pela Estrela Solitária. Ninguém ama como a gente! - publicou o Alvinegro nas redes sociais.

- PARABÉNS, LENDA! Um dos personagens mais emblemáticos e vitoriosos da história do futebol, Zagallo completa 91 anos. O aniversário do Velho Lobo, multicampeão no BOTAFOGO como técnico e jogador, também marca o #DiaDoBotafoguense. Obrigado por tudo, ÍDOLO! - escreveu em outra postagem.