A dez rodadas do fim da Série B, Vasco se vê em encruzilhada

Emílio Faro é o atual técnico do Vasco (Foto: Daniel RAMALHO/VASCO)


A primeira passagem de Emílio Faro, auxiliar-técnico da comissão permanente, pelo comando técnico do Vasco foi como interino. Na segunda vez, contudo, ele foi tendo a função referendada, apesar de não publicamente. Só que agora o desempenho do time caiu, principalmente fora de casa. E faltam dez rodadas para o fim da Série B do Campeonato Brasileiro.

+ Veja 20 jogadores que atuam na China e caberiam no Brasil

E, para completar, o mercado já não é o mesmo de semanas atrás. Enderson Moreira foi para o Bahia no final de julho e Guto Ferreira assumiu o Coritiba há cerca de duas semanas, por exemplo.

Nestas mesmas semanas mais recentes, o Cruz-Maltino viveu o período de transição no comando do departamento de futebol. É a 777 Partners quem responde oficialmente agora, mas a decisão combinada com a diretoria presidida por Jorge Salgado, após a demissão de Maurício Souza, foi deixar Emílio trabalhar.

Chegaram reforços, mas o time não conseguiu se posicionar de maneira mais confortável na tabela - é o quarto, mas a distância para o quinto colocado é cada vez menor. De todo modo, o atual treinador não minimiza a função que ocupa atualmente.

- A vida é de quem se prepara. Eu venho numa estrada longa, me preparando há muito tempo para estar à disposição para aquilo que me for solicitado. Eu fui auxiliar muito tempo de um treinador e só parei porque esse treinador resolveu tirar um ano sabático. Fora isso, venho trabalhando o tempo todo e eu estou preparado para todas as circunstâncias - garantiu, e emendou:

- Naquele primeiro momento, na saída do Zé Ricardo, eu me coloquei à disposição de ser uma pessoa para trazer a tranquilidade para o clube tomar a decisão da vinda do treinador. Mas a partir do momento da saída do Maurício, quando o pessoal me coloca: "Emílio, você é o treinador" e eu venho o papel como treinador, todas as minhas atitudes são como treinador. Independentemente de estar de um lado ou do outro, eu estou preparado para ser, hoje, treinador do Vasco - decretou.

Caso o Cruz-Maltino mantenha Emílio Faro, caberá ao atual treinador resolver os problemas atuais. Se o clube contratar outro profissional, ele terá pouco tempo para consolidar o acesso. Tiago Nunes é o favorito. Nada, contudo, foi oficializado até o momento.