Derrotas para Flamengo e Palmeiras aumentam a responsabilidade do Corinthians contra o Atlético-GO

No jogo de ida contra o Dragão, em Goiânia, Timão perdeu por 2 a 0 (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


A derrota por 1 a 0 no clássico para o Palmeiras dificultou muito o sonho do Corinthians de chegar à liderança e, consequentemente, ao título do Campeonato Brasileiro.

+ ATUAÇÕES: dupla entra no segundo tempo e vai mal em derrota do Corinthians no Dérbi

Com o revés em casa, a distância do Timão para a liderança, que é ocupada pelo próprio Verdão, aumentou de seis para nove pontos.

Somado a situação no Brasileiro, que ficou desanimadora, o clube do Parque São Jorge veio de uma eliminação para o Flamengo na Copa Libertadores, confirmada na última terça-feira (9).

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

E mesmo com o Brasileirão sendo uma competição de pontos corridos, onde não há eliminação, a realidade mais clara para o Corinthians encerrar a temporada com, pelo menos, um título é a Copa do Brasil.

Mas, ainda assim, a condição corintiana é pouco animadora, já que perdeu o jogo de ida para o Atlético-GO, em Goiânia, por 2 a 0.

Portanto, para ‘salvar’ a temporada, o Corinthians precisa de uma remontada nesta quarta-feira (17), na Neo Química Arena.

O recado foi dado pela torcida em protesto após revés para o arquirrival neste fim de semana: ‘é quarta-feira’, cantou a torcida corintiana em uma das frentes do estádio corintiano.

Os dias que antecedem o confronto tendem a ser tenso e o ambiente em Itaquera não promete ser dos melhores no jogo deste meio de semana.

A Fiel promete apoiar com bola rolando, mas fará todas as cobranças necessárias após o apito final, principalmente caso o resultado seja adverso.

Segundo informações obtidas pelo LANCE!, nesse momento, a diretoria corintiana não pensa em dispensar o técnico Vítor Pereira, que deixou claro na entrevista coletiva após o Dérbi que não teme a demissão. Porém, a situação do treinador no comando corintiano pode ficar insustentável em caso de eliminação na Copa do Brasil.