Derrota para o Corinthians evidencia necessidade do Flamengo por reforços no setor de meio-campo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Dorival Júnior é o técnico do Flamengo (Foto: Alex Silva)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


A derrota do Flamengo para o Corinthians por 1 a 0 na Neo Química Arena, pela 16ª rodada do Brasileirão, explicou por que a diretoria está no mercado em negociações com três volantes. No último domingo, os dois únicos jogadores da posição mostraram dificuldade para fazer a transição da defesa ao campo de ataque, e Dorival Júnior não tinha opções para o setor no banco de reservas.

> ATUAÇÕES: Rodinei faz contra e leva a menor nota do Flamengo

O esquema adotado pelo treinador é o 4-3-3, geralmente, com três volantes. Os escolhidos diante do Timão foram Thiago Maia, João Gomes e Victor Hugo. Este último é meia-atacante, mas já se destacou na função e, mais uma vez, foi utilizado dessa maneira.

Com a formação, Thiago Maia e João Gomes são os principais responsáveis por pegar a bola no campo de defesa e fazê-la chegar até o ataque. No entanto, por causa da pressão imposta pelo Corinthians, sobretudo no primeiro tempo, a dupla não conseguiu cumprir essa função. O Flamengo, então, teve poucas oportunidades de chegar com perigo ao gol de Cássio.

Vale lembrar que, recentemente, o Fla perdeu dois jogadores da posição: Andreas Pereira, cujo contrato de empréstimo acabou, e Willian Arão, vendido ao Fenerbahçe-TUR. O primeiro era importante, pois ajudava na criação das jogadas ofensivas. Já o segundo, apesar de jogar mais recuado, é o líder do time em lançamentos certos.

A baixa de dois jogadores com características que seriam importantes para a partida de domingo, inclusive, foi um dos temas da entrevista coletiva de Dorival Júnior. Nesse sentido, o treinador concordou que o time perdeu velocidade com a ausência da dupla na transição para o setor ofensivo.

- Acho que é uma pontuação interessante. Estamos tentando mudar um pouco essa característica, justamente acelerando a troca de passe. É natural que, em alguns momentos, nós tenhamos um jogo um pouco mais moroso nessa transição, mas, na maioria das vezes, nós temos conseguido fazer com que a bola chegue com velocidade aos nossos meias - analisou Dorival.

Com a carência já identificada, o Flamengo segue no mercado em busca de reforços. A diretoria já encaminhou a contratação de Vidal e ainda negocia por Wendel e Walace. Dessa forma, caso as três contratações sejam sacramentadas, Dorival voltará a ter opções para corrigir o time quando o meio-campo não fluir.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos