Derrota em Goiânia e nova tentativa de votar reeleição de Casares explodem crise no São Paulo

Casares e Ceni descobriram que a torcida que apoia, agora cobra (Foto: Reprodução/Instagram)


Não bastassem as quatro derrotas seguidas que complicaram o futuro do São Paulo nas competições nesta reta final de temporada, a votação a ser promovida na próxima segunda-feira (5) pelo Conselheiro Deliberativo para decidir sobre a aprovação ou não da chance de reeleição ao presidente Julio Casares em assembleia de sócios eclodiu uma crise interna de grandes proporções no Morumbi.


GALERIA
+ Confira a avaliação dos jogadores do São Paulo na derrota em Goiânia (GO) segundo as notas dadas pela equipe LANCE!


O LANCE! apurou que há entre alguns dos conselheiros são-paulinos uma sensação de que talvez não deva ser o melhor momento para esse tipo de votação.

O motivo para isso é simples: a pressão das torcidas organizadas. O L! conversou com algumas lideranças de facções e algumas delas pretendem ir ao Morumbi na segunda para ajudar nos protestos contra a votação que estão sendo organizados por torcedores e sócios em redes sociais.

À reportagem, o clima exposto é de desagrado profundo com a situação do clube. E por isso há o entendimento de que tem que se aproveitar a presença de toda a cúpula da gestão Casares em um mesmo local para fazer um protesto.

Tão logo o jogo acabou em Goiânia (GO), por exemplo, a Independente, principal e maior organizada são-paulina, divulgou um manifesto público, onde Igor Gomes, expulso no Serra Dourada, foi o principal alvo.

'Muito respeito com a camisa Tricolor Canalhas !!!! Igor Gomes querendo dinheiro para renovar contrato? Rogério Ceni mostrando teimosia mais uma vez ? Se essa diretoria tiver vergonha na cara, já afasta Igor Gomes e se o Rogério tomar as dores manda ele embora também!', diz o manifesto da agremiação.

Pelo clube, conselheiros tentaram durante a manhã abafar as críticas divulgando falsas informações sobre supostas tratativas para o retorno de Lucas Moura após o término de seu contrato com o Tottenham, da Inglaterra, em junho do ano que vem. Sonho distante, visto que o meia ganha mais de R$ 2 milhões mensais e interessa ao West Ham, do mesmo país.

De qualquer maneira, o técnico Rogério Ceni, um veterano tricolor que conhece muito bem as entranhas do clube, está ciente de que somente uma vitória contra o Cuiabá neste domingo (4), às 19h (de Brasília), fora de casa, pelo Brasileirão, é o único meio de acalmar as coisas. Pelo menos um pouco, claro.

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira todos os jogos da Copa do Brasil-22
> Confira todos os jogos da Copa Sul-Americana-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!