Após primeiro gol, Cebolinha tenta deslanchar e ser o protagonista do time alternativo do Flamengo


Apresentado em julho, Everton Cebolinha chegou ao Flamengo com status de grande contratação depois de defender as cores do Benfica. Sob o comando de Dorival Júnior, o atacante tem sido utilizado no time alternativo na disputa do Brasileirão e ainda busca deslanchar para voltar a ser o jogador de destaque da época de Grêmio e Seleção.

+ Dorival Júnior explica sua maior conquista pelo Flamengo até o momento: 'Sempre me incomodou'

Em sua estreia, o atleta entrou na etapa final do duelo contra o Juventude, no Mané Garrincha, e deu a assistência para o gol de Lázaro. Com poucos minutos em campo, mostrou credenciais para conquistar seu espaço em um elenco qualificado e numeroso - ainda mais em um calendário apertado.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

Todavia, o camisa 19 ainda não teve uma grande atuação e tem oscilado dentro das partidas, ainda longe de ser decisivo e dar o retorno do investimento feito. É preciso ponderar que ele ainda precisa de ritmo e entrosamento para engrenar. No entanto, tem muita qualidade para jogar pelo lado, em velocidade, e é forte nos duelos individuais.

Nos primeiros jogos, Cebolinha se mostrou fora de ritmo e, por vezes, não conseguia dar sequência às jogadas. Até o momento, foram 11 partidas com a camisa rubro-negra - em apenas uma delas, o atleta atuou os 90 minutos - contra o Atlético-GO. Ele tem uma assistência e marcou o seu primeiro gol na última quarta, contra o São Paulo, pela Copa do Brasil.

O jogador já estava incomodado, pois não conseguia balançar a rede pela primeira vez. Contra o Palmeiras, não fez um bom jogo na frente para incomodar a defesa adversária e deu espaços na recomposição. Pela Copa do Brasil, entrou aos 72 minutos, e teve tempo para, no fim, emendar um chute no canto de Jandrei e ampliar a vantagem.

+ Conmebol define arbitragem dos jogos de ida das semifinais da Copa Libertadores

- Estava precisando. Um gol que traz confiança, um gol importante para ajudar nossa equipe em um momento difícil do jogo. Um gol que fico muito feliz por fazer com essa camisa, sei o peso que é representar a camisa do Flamengo - disse Cebolinha após o triunfo sobre o Tricolor paulista.

O gol traz confiança ao atacante que precisa deslanchar e tentar ser uma peça fundamental na engrenagem de Dorival Júnior. Ainda sem espaço no 'time principal', Cebolinha sabe que precisa resgatar não só a confiança, como mostrar que ainda pode ser aquele jogador campeão da Copa América com a amarelinha.

Nesta temporada, o sistema ofensivo parece consolidado com a dupla Pedro e Gabigol. Porém, nas Copas, o comandante rubro-negro também precisará da força do elenco para garantir os títulos - algo que foi evidenciado com a boa entrada de Cebolinha diante do São Paulo. Ao lado de Lázaro e Marinho, o atacante pode entrar na etapa final e também ser importante nos mata-matas.

+ VÍDEO: Rodrigo Caio treina com bola no CT do Flamengo

Além disso, conquistar cada vez mais espaço será importante pensando na próxima temporada. Cebolinha ainda tem 26 anos e pode almejar a Copa do Mudo em 2026. O Mundial deste ano ficou praticamente impossível e, apesar de ter se aventurado no futebol do Velho Continente, perdeu espaço. Em 2019, foi artilheiro e melhor da final contra o Peru, no Maracanã.