Definição de novo técnico fica para próxima semana e gerente diz que Vasco 'avançou de fase'

Zé Ricardo orienta Nenê durante jogo do Vasco nesta Série B (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)


Depois de ver alguns nomes cogitados vazarem à imprensa, o Vasco bateu o martelo e promete anunciar o nome de seu novo técnico na próxima semana. O gerente de futebol Carlos Brazil aponta que o cruz-maltino 'passou de fase'. Ou seja, encerrou o período de análise de critérios do profissional que lhe interessa e começaria partir desta sexta-feira (10) a fazer contato de fato com os as opções que lhe despertaram atenção.


- O novo técnico deve ser anunciado até a semana que vem. Passamos pela fase de critérios e agora vamos para a escolha do nome para iniciar as negociações - disse Brazil em entrevista ao canal 'Atenção Vascaínos'.

A procura por um novo comandante persiste desde o último domingo (5), quando Zé Ricardo pediu demissão para trabalhar no futebol japonês.

Desde então a parcimônia vem sendo a tônica cruz-maltina no mercado. Sem dinheiro e vontade em apostar em um nome já consagrado, o objetivo, segundo o LANCE! revelou, é por alguém que custe pouco, seja conhecido pela atual comissão técnica fixa do clube, comandada pelo coordenador Eduardo Húngaro e saiba trabalhar com jovens. Além, claro, de manter a estrutura física da equipe, em boa fase, ainda invicta e na terceira colocação da Série B com 21 pontos.

+GALERIA: 65 mil em Vasco x Cruzeiro: saiba os 20 maiores públicos do Brasil em 2022

Nesse contexto, dois nomes surgiram como opções principais: Maurício Souza, ex-auxiliar do rival Flamengo, e Umberto Louzer, campeão da Segundona em 2020 com a Chapecoense.

Tudo isso alinhado em três pontas diferentes: além da cúpula do futebol, são necessários os avais da diretoria do clube e da 777 Partners, futura acionista do cruz-maltino.

- Os processos estão muito desenhados, meu pensamento é que a gente contrate um treinador não somente pelo nome, mas alinhado a esses processos. O orçamento também precisa ser respeitado. A gente está vendo com calma, ainda não tem nome, não tem nenhuma negociação. A gente está alinhando o perfil. Lógico que internamente a gente já avaliou nomes. Passei três dias dormindo poucas horas avaliando jogos, nomes, assim como a gente avalia jogadores. Ainda que discorde, o torcedor pode ter a tranquilidade que a gente vai escolher dentro de um processo - apontou Brazil, que listou novamente alguns critérios para o nome do escolhido.

- É preciso que seja uma pessoa com liderança de equipe, hoje não se faz nada sozinho no Vasco. Tem uma equipe de trabalho que precisa ser respeitada, alguém que olhe para os processos. Tem uma ideia de jogo pavimentada desde o início. A gente construiu um elenco novo, muitos foram contratados, o orçamento era pequeno, e o grupo foi montado dentro dessa realidade. Conseguimos trazer atletas competitivos e comprometidos. A gente quer um técnico que dê continuidade ao que foi construído com Zé Ricardo - completou.

Apesar do plano inicial ser o de ter o novo técnico neste domingo (12), às 16h (de Brasília), ante o Cruzeiro, o Vasco enfrentará o líder da Segundona ainda sob a batuta do auxiliar Emílio Faro, comandante na vitória por 3 a 2 sobre o Náutico, na terça (7).

TABELA
> Confira tabela, classificação e simule resultados da Série B-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos