"Dedos cruzados": Djokovic espera poder competir no US Open

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BENGALURU, Índia (Reuters) - Novak Djokovic disse que está se preparando para o Aberto dos Estados Unidos como se pudesse competir no torneio, apesar de sua recusa em tomar vacina contra Covid-19.

Djokovic, que tem três títulos do US Open, não poderá participar da competição deste ano devido às regras atuais segundo as quais os viajantes que desejam entrar nos EUA devem estar totalmente vacinados e fornecer uma prova antes de embarcarem nos voos.

No início deste mês, o tenista de 35 anos foi incluído na lista de inscritos para o torneio em Nova York entre 29 de agosto e 11 de setembro.

"Estou me preparando como se pudesse competir, enquanto espero para saber se haverá condições para eu viajar para os EUA", disse Djokovic no Instagram junto com um vídeo dele treinando. "Dedos cruzados."

Mais de 43 mil pessoas assinaram uma petição online pedindo que a Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA) trabalhe com o governo dos EUA para permitir que Djokovic possa competir no Aberto dos EUA.

Djokovic venceu os títulos do Aberto da Austrália, Aberto da França e Wimbledon no ano passado, mas não conseguiu defender sua coroa no Melbourne Park este ano depois de ser deportado da Austrália por causa de seu status de vacinação em janeiro.

O sérvio disse mais tarde que estava preparado para perder os torneios do Grand Slam em vez de tomar a vacina Covid-19.

(Por Manasi Pathak)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos