Daniel Alves responde às vaias da torcida do Pumas

Daniel Alves chegou recentemente ao Pumas e já entrou em rota de colisão com os torcedores. Foto: Leopoldo Smith/Getty Images
Daniel Alves chegou recentemente ao Pumas e já entrou em rota de colisão com os torcedores. Foto: Leopoldo Smith/Getty Images

A contratação de Daniel Alves gerou grande repercussão na Liga Mexicana. O jogador com mais títulos da história do futebol foi ao Pumas para o Apertura 2022 e logo empolgou os torcedores, que o receberam de braços abertos.

As camisas com o número '33' começaram a inundar o Estádio Olímpico Universitário, o hotel de concentração do time virou atração turística, tudo para conseguir uma foto ou um autógrafo do lateral brasileiro. No entanto, esse amor durou pouco.

Leia também:

Depois de ser goleado no Troféu Joan Gamper contra o Barcelona por 6 a 0, no Clássico Capitalino contra o América por 3 a 0, perder para o Atlético San Luis por 3 a 2 e mais uma vez ser humilhado em casa, mas agora pelo Santos Laguna por 5 a 1, a paciência dos torcedores do Pumas acabou e eles exigiam resultados.

Naquele duelo contra a equipe do Torreón no Estádio Olímpico Universitário, quando estavam 3 a 0 no intervalo, alguns torcedores jogaram garrafas e líquidos nos jogadores quando estavam a caminho do túnel do vestiário.

As vaias não faltaram, Dani Alves levou grande parte delas, já que tem sido criticado por perder bolas que terminaram em gol, além de situações como ser um dos poucos elementos que não foi substituído nos últimos jogos.

A vontade de ser campeão que era alimentada diariamente parece ter sumido em tempo recorde. Após as vaias recebidas, Dani Alves citou uma publicação do AS México no Twitter, onde garantiu que "se o amor acaba é porque não era amor", declaração que enfureceu os torcedores do Pumas.

Mensagens de todo tipo não esperaram pelo histórico brasileiro, desde torcedores que pediram para ele deixar o Pumas para ir para outro time, assim como os próprios torcedores que pediram desculpas pelo setor que o vaiou.

A relação entre Dani Alves e a torcida universitária está estremecida, o '33' já se posicionou não se mostrando disposto a implorar, muito menos chorar, para recuperar a confiança dos torcedores.