Dólar tem leve alta após maior alta em cinco meses

*Arquivo* São Paulo, SP, 24.01.2019 - Notas de dólar dos Estados Unidos. (Foto Gabriel Cabral/Folhapress)
*Arquivo* São Paulo, SP, 24.01.2019 - Notas de dólar dos Estados Unidos. (Foto Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O dólar iniciava a segunda-feira (4) em leve alta contra o real, desacelerando a recente escalada que levou a moeda ao maior patamar em cinco meses no final da semana passada. O dia é de movimentação reduzida no mercado devido ao feriado nos Estados Unidos.

Às 9h54, o dólar comercial à vista estava cotado a R$ 5,3270 na venda, em alta de 0,09%. Na última sexta-feira (1º), a moeda subiu 1,72%, cotado a R$ 5,3220, maior valor desde 4 de fevereiro.

A notícia da aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que estabelece um estado de emergência para ampliar e criar novos auxílios sociais, aprovada pelo Senado nesta quinta-feira (30), piorou o humor dos mercados, já abalados pelos temores de uma forte desaceleração global.

Analistas avaliam a medida como eleitoreira e, apesar de ter efeitos positivos no curto prazo, deve piorar o cenário fiscal para o próximo ano.

A notícia da aprovação piorou o humor dos mercados nesta sexta-feira, já abalados pelos temores de uma forte desaceleração global.

"O mercado está lendo como uma medida para tentar angariar votos nas eleições", afirma Fernanda Consorte, economista-chefe do Banco Ourinvest.

A analista diz que o Brasil criou um risco doméstico adicional ao colocar em andamento uma PEC que amplia os gastos do governo, que se soma ao temor da recessão mundial, que direciona o mercado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos