Cuesta reconhece falhas do Botafogo na bola aérea: 'Alguns detalhes para ajustar'

Victor Cuesta em entrevista coletiva pelo Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)


Victor Cuesta foi o personagem da entrevista coletiva do Botafogo na fria manhã desta sexta-feira no Espaço Lonier, futuro CT do clube. O zagueiro admitiu que a bola aérea tem sido um pesadelo para a defesa nos últimos jogos.

+ 'Xodó' de Del Piero, bom passe e destaque em título do Benfica: quem é Gabriel Pires, reforço do Botafogo

- É um quesito que temos que melhorar, temos trabalhando bastante. Tem alguns detalhes para ajustar e corrigir nesse quesito - afirmou o zagueiro.

O Botafogo volta aos gramados neste sábado para enfrentar o Atlético-GO no Estádio Nilton Santos. A equipe comandada por Luís Castro tem uma das piores campanhas como mandante do Brasileirão, mas Cuesta acredita em uma mudança.

A torcida mais uma vez nos apoiou (no empate contra o Ceará), fez uma linda festa e não conseguimos sair com a vitória dentro da nossa casa. Agora temos mais um jogo e esperamos que o torcedor compareça novamente para darmos essa alegria para ele. Nunca faltou trabalho nesse grupo, e com certeza o único caminho para conseguir os resultados é trabalhando - admitiu.

MAIS DECLARAÇÕES DE CUESTA

Lesão na face
- Foi uma questão difícil, infelizmente foi um acidente, mas deu para recuperar rápido, o planejamento foi muito bem feito e graças a Deus pude voltar antes do previsto. Agora é continuar trabalhando para continuar pegando ritmo novamente e ficar sempre à disposição.

Gol contra o Ceará
- Feliz por ter conseguido fazer mais um gol com essa camisa. Esse gol foi dedicado para minha esposa, que cuidou de mim nesse período da lesão.

Reforços
- É sempre importante a chegada de reforços. Sei que o Botafogo está qualificando o grupo e quem vier com certeza vai ajudar muito, ainda mais porque temos sofrido com algumas lesões. É importante acrescentar alguns jogadores no nosso elenco