Cuca vê Atlético-MG com 'obrigação' no Brasileiro e se mostra chateado com Vargas, expulso nos acréscimos

Cuca à beira do campo no duelo entre Palmeiras e Atlético-MG (Foto: Pedro Souza / Atlético-MG)


O Atlético-MG está eliminado da Copa Libertadores. Após empate no tempo normal, o Galo foi derrotado nos pênaltis pelo Palmeiras. Agora, o time alvinegro briga apenas pelo Campeonato Brasileiro até o fim da temporada. Em entrevista coletiva após a eliminação, o técnico Cuca apontou como "obrigação" atleticana lutar por uma posição melhor na competição nacional.

Atualmente na sétima colocação, a equipe mineira está, entretanto, 13 pontos atrás do líder do Brasileirão, que, coincidentemente, é o Palmeiras. O Galo vem de três derrotas consecutivas, contra Corinthians, Internacional e Athletico-PR.

Perguntado se considerava que o Atlético-MG poderia ocupar as primeiras colocações do Brasileirão, Cuca respondeu:

- Não é achismo, é obrigação chegar entre os primeiros.

Em outro momento, o treinador alvinegro criticou a expulsão de Eduardo Vargas. O atacante chileno recebeu o cartão vermelho no último ato do tempo normal de partida, sabendo da iminência de penalidades.

- Quero avaliar bem a expulsão do Vargas. Jogador experiente. Não tinha motivo para tomar o vermelho. Não podemos deixar passar em branco. Uma coisa é ser expulso por necessidade, mas não por reclamação - completou o técnico.